RECENTES

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 29 de abril de 2017

De Chico para O Globo, há 46 anos: 'Morreu na contramão atrapalhando o tráfego'



Para O Globo as dezenas de milhões de pessoas que fizeram greve ontem eram sindicalistas. Deve ser o maior furo jornalístico. Nem as Centrais Sindicais sabem que são tantos e tão variados os seus filiados.

Pior. Para o jornal, berço das Organizações Globo, a Greve Geral de ontem é comunicada não pelo seu estrondoso sucesso nem pelas críticas que os grevistas fazem ao governo golpista e às Reformas Trabalhista e da Previdência. O foco da cobertura é a violência (da polícia, da polícia, da polícia), que dizem vir dos sindicalistas, e o prejuízo ao tráfego.

Chico Buarque, em 1971, lançou a canção Construção, que manda um recado eloquente ao Globo e a todos que pensam como ele. E que O Globo há 46 anos finge não ouvir. Até o dia em que vai ser tarde demais.




Apoie o Blog do Mello e a mídia alternativa. Saiba como


Juiz ouve 'voz das ruas' e liberta PMs que assassinaram friamente homens feridos e imobilizados. Quem disse que abaixo assinado não serve de nada?



Comovido com um abaixo assinado de pouco mais de 100 mil nomes no change.org, o juiz Alexandre Abrahão Dias Teixeira revogou a prisão preventiva de dois PMs flagrados executando dois traficantes feridos no chão em 30 de março no Rio.

Os dois PMs (cabo Fabio de Barros Dias e sargento David Gomes Centeno) vão responder ao processo pelas mortes [veja vídeo abaixo] em liberdade e trabalhando. Ambos são acusados de 37 mortes pelos famosos "autos de resistência" (quando PMs dizem que mortos resistiram e por isso morreram) nos últimos seis anos.

Na justificativa de sua sentença, o juiz alega que a “gravidade do crime” não é “o combustível correto para levar ao cárcere meros investigados”.

Mas parece que isso vale apenas para os PMs.

Num crime recente na cidade, no entanto, a posição do juiz foi a oposta e decretou a prisão preventiva dos quatro acusados de matar um turista argentino na saída de um bar em Ipanema, na zona sul e nobre do Rio. “A ação, praticada em local de intenso movimento turístico, criou verdadeiro incidente internacional e colocou em risco as já combalidas finanças do Estado. Evidenciam-se, pois, fortes indícios de personalidades corrompidas e adversas ao convívio social por parte dos denunciados”, afirma na sua decisão na qual considera “necessária a prisão para garantir a ordem pública”. [Fonte: El País]

Se já soa estranho que ainda esteja no policiamento ostensivo uma dupla responsável por 37 mortes, mais estranho ainda é ver os dois policiais soltos depois da filmagem que mostra a execução de dois homens feridos e imobilizados, sem possibilidade de defesa. Na mesma ação morreu também a estudante Maria Eduarda e os PMs também estão sendo investigados por isso.





Apoie o Blog do Mello e a mídia alternativa. Saiba como


Mulher de Moro, procuradores e delegados da Lava Jato envolvidos em suspeita de corrupção de R$ 450 milhões no Paraná







O jornalista Luis Nassif denuncia a existência de um grande esquema de corrupção, envolvendo uma verba de R$ 450 milhões liberada pela Secretaria de Educação do Paraná, comandada na época pelo ex-senador Flávio Arns, para integração dos alunos das APAEs.

"Você tem um esquema de APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), que você tem gente bem intencionada na ponta e um esquema de corrupção monumental, sem controle", diz Nassif.
Uma das escolas envolvidas no esquema tinha alunos das APAEs inscritos para participarem da integração com os seus. Perguntada por Nassif sobre como se dava essa integração, a diretoria respondeu que eles participavam de um encontro uma vez por ano...

O esquema de corrupção envolvia ainda ações das APAEs no Tribunal de Justiça do Paraná, todas comandadas por um sobrinho de Flávio Arns, Marlos Arns, e a esposa do juiz Moro fazia parte do Jurídico dessas APAEs.

Além disso, o irmão de Marlos Arns seria proprietário de uma escola de ensino jurídico à distância, que teria como professores procuradores e delegados da Operação Lava Jato.

E aí, quem investiga os investigadores?

Com a palavra as excelências.

ATUALIZAÇÃO ÀS 15H37: Nassif fez uma postagem em seu blog sobre o assunto: http://jornalggn.com.br/noticia/o-caso-das-apaes-os-arns-e-a-esposa-de-sergio-moro

Apoie o Blog do Mello e a mídia alternativa. Saiba como


sexta-feira, 28 de abril de 2017

Brasil inteiro grita 'Fora Temer' na Greve Geral. Menos um, que o convidou a entrar


No Equador, jornais e TVs são multados por sonegarem informação à população. Imagina se fosse aqui, não é, Globo?



A estatal Superintendencia de la Información y Comunicación (Supercom) do Equador multou quatro jornais e três emissoras de TV por "censurarem" informação relevante para a população. Lá, isso é lei - aprovada no governo do presidente Rafael Corrêa.

Eles não deixaram que a população do Equador soubesse das acusações feitas pelo diário argentino Página 12 [imagem] ao candidato direitista, o banqueiro Guillermo Lasso, de ser sócio de 49 empresas em paraísos fiscais e de haver enriquecido com um golpe quando era presidente do Banco Guayaquil.


"¿El patrimonio de un candidato a la presidencia, sus orígenes y el lugar donde este se encuentra, es o no un hecho de interés público?", disse Ochoa, chefe da Supercom.  [Fonte: El Espectador]

Aqui, as Organizações Globo e seu principal telejornal, o Jornal Nacional, simplesmente deixaram de comunicar ontem à população sobre a Greve Geral que ocorreu hoje em todo o país.

Emissoras de rádio e TV são concessões pública e têm responsabilidades, definidas na Constituição, de informar à população sobre fatos relevantes. Mas, como não há regulamentação da mídia, fica o dito pelo não dito e, na prática, a Globo manda e desmanda no Brasil.

Mas o poder das Organizações Globo, ainda muito grande, está sob intenso ataque das novas mídias, dois gigantes à frente - Google e Facebook. O ataque é no órgão mais dolorido, o bolso, comendo seus anunciantes. Mas os três são inimigos da comunicação livre e universal.

A hora da Globo vai chegar. Já há  inclusive, boatos sobre sua venda.


Apoie o Blog do Mello e a mídia alternativa. Saiba como


ENFRENTANDO O GOLPE 

A mídia corporativa e o governo golpista querem sufocar os blogs e sites de oposição ao golpe. Precisamos do seu apoio, da sua assinatura, e também do seu engajamento, nos ajudando a divulgar nossos blogs e sites de oposição ao golpe nas redes, republicando nossas postagens, distribuindo conteúdo para amplificar o alcance de nossas críticas.

Contando com seu apoio, vou oferecer um livro meu grátis, A Fome e o Medo, a todos os que assinarem o Blog do Mello.

Assinar é muito fácil, é só clicar numa das imagens, Doar ou Assinar. Todos os cartões de crédito são aceitos



Se preferir, você pode fazer sua doação diretamente na conta do Blog:

Banco Bradesco
Pipa Produções Artísticas Ltda
CNPJ: 10585813/0001-44
Agência 0213
Conta 8035-7

Para receber o livro, basta enviar um e-mail dizendo que fez a doação ou a assinatura. Não precisa enviar comprovante. Sua palavra basta.
Antecipadamente, agradeço.