domingo, 24 de fevereiro de 2008

Hoje é Dia da Mulher Paraguaia. E daí? Leia e descubra


Neste domingo (24), mulheres de todo o Paraguai e, também, aquelas que porventura estiverem no exterior, comemoram o Dia da Mulher Paraguaia, instituído em homenagem às heroínas que, em 1867, doaram jóias e pertences pessoais para ajudar o país durante a Guerra da Tríplice Aliança.
Conhecido como “Las Residentas”, este grupo de mulheres passou à história como prova de patriotismo, uma vez que, com a mortandade de homens ocorrida no sangrento confronto, representaram o bastião da nacionalidade paraguaia quando, nos anos seguintes, tropas brasileiras ocuparam a capital Asunción.
A instituição do dia 24 de fevereiro, data da “1ª Assembléia de Mulheres Americanas”, realizada em 1867 em uma praça do centro de Asunción, como Dia da Mulher Paraguaia, ocorreu apenas em 1974, conforme proposição apresentada pela deputada Carmen Casco de Lara Castro. - Por Guilherme Dreyer Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com

Aí, você, meu leitor surpreso, você, minha leitora pasma, pergunta-se: O Mello pirou? Eu lhes respondo nana-nina-não. Prestem atenção nas mulheres paraguaias, prestem atenção nos paraguaios em geral, mas, especialmente, nas eleições no país vizinho, no próximo mês de abril.

Assim como a vitória de Evo Morales na Bolívia trouxe o esquecido país andino para as primeiras páginas de nossos jornais, e passamos a discutir o gás boliviano, com a eleição de Lugo à presidência do Paraguai o tema que teremos de debater é Itaipu.

El Paraguay es un país hidroeléctrico é o título de uma reportagem do diário ABC Digital. Uma leitura atenta nos mostra a imensa riqueza do setor energético desse país, e das demandas internas e externas reprimidas:

Así como Venezuela es un país petrolero y Chile es el primer exportador mundial de cobre –y ambos tienen conciencia de serlo— el Paraguay es un país hidroeléctrico, aunque sin conciencia de serlo.
(…)…La explicación de por qué carecemos de conciencia de la gran importancia de nuestra hidroelectricidad hay que buscarla en las desastrosas políticas de entrega de la soberanía nacional y en la incompetencia de todos los últimos gobiernos.
(…)…En el marco de una amplia participación, todos debemos contribuir a lo que será el eje central del desarrollo sustentable del Paraguay en las próximas décadas, las políticas de Estado en materia de energía. Para que ello sea posible, es necesario tener un nuevo gobierno a partir del 20 de abril, que tenga verdaderas convicciones democráticas, patrióticas y participativas. Todos debemos contribuir en esta tarea.

Viram o que vem por aí? Uma renegociação do acordo Brasil-Paraguai com certeza vai chegar à mesa, junto a antigas demandas oriundas da Guerra do Paraguai, que gerou “Las Residentas” e a data que se comemora hoje no país vizinho.

Parabéns às mulheres paraguaias e às mulheres em geral, porque sempre há algum motivo para se parabenizar uma mulher.

Para votar no Blog do Mello no Ibest clique aqui

imagem RSSimagem e-mail

Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Mello,

    A não ser que essa mulher atenda pelo nome Yeda Rorato Crusius, DESgvernadora do RS, eleita pelo PSDB e por uma aliança maluca de mais de 12 partidos de direita e de centro (PMDB, PP, DEM, PTB, PDT, PPS e mais meia dúzia que sequer lembro).

    Ela nunca foi boa professora na Faculdade de Ciências Econômicas da UFRGS e foi funcionária da RBS durante quase duas décadas.

    Não governa com sensibilidade, nem com feminilidade, nem com interesse, preocupação e respeito por aqueles que mais precisam: seus parceiros são o BIRD (pra endividar ainda mais o RS), a RBS e a Record (pra mentir que o RS obteve superavit depois de 37 anos - claro, ela mandou fechar um monte de escolas e não abriu concurso para professores), a FARSUL (latifundiários), a FIERGS (industriais) e ela manda 1000 policiais armados até os dentes pra intimidar um assentamento do MST (que está em paz), enquanto a mídia amiga não noticia que os salários dos policiais não receberam o reajuste previsto em lei, há um déficit enorme de policiais, o aumento da criminalidade ocorre por falta de policiamento e de educação...

    ...Além de orientar a FEPAM e a Secretaria Estadual do Meio Ambente a liberarem indiscriminadamente licenças de plantio de eucalipto e pinus, matando os lençóis freáticos, rios e mananciais do estado, em uma indústria que gera apenas um emprego para cada 137 hectares e está proibida de atuar na Europa.

    O RS tem o pior jornalismo e a classe média mais tapada do país.

    []'s,
    Hélio

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...