quarta-feira, 26 de março de 2008

Quebra do Banespa foi cascata de FHC, Malan, Loyola, Franco e Serra


A notícia é antiga, mas serve para mostrar como eles mentem, mentem, mentem, descaradamente.

Eis trecho do artigo do jornalista econômico Aloysio Biondi – tido por muitos como o mais importante e independente do Brasil –, publicado em junho de 1997 na Folha:

A falsa quebra do Banespa e do BB: as provas

Quem está confessando a verdade, agora, é a própria equipe econômica FHC/BNDES: o Banco do Estado de São Paulo não "quebrou" em 1994. Sua "falência", anunciada ruidosamente, foi forjada por Malan, Loyola, Franco, Serra e aliados – com a conivência do governador tucano Mário Covas, óbvio. O Banespa jamais quebrou – foi tudo encenação para enganar a opinião pública e levá-la a apoiar a sua privatização. [Leia o restante aqui, e aproveite para conhecer o site que preserva o trabalho do Biondi, que morreu em 2000]

Clique aqui e receba gratuitamente o Blog do Mello em seu e-mail

imagem RSSimagem e-mail

Comente com o Facebook:

3 comentários:

  1. Crica27.3.08

    Esse foi um dos maiores crimes cometidos no país.
    Além dos prejuízos financeiros que a maracutaia causou, afetou profundamente a vida de 57000 funcionários do Banespa e suas famílias.
    Com a campanha de sucateamento do banco, que era o 2º maior do país, sucaetearam também os profissionais, estigmatizando-os como marajás, vagabundos e incompetentes perante a sociedade e consequentemente o mercado de trabalho.
    Existiam, como em todas as instituições públicas ou privadas, apaniguados, protegidos, sem dúvida.
    Mas a imensa maioria era de funcionários concursados, inclusive para o encarreiramento, comprometidos com a empresa, como poucas vezes se vê no mercado.
    Foram jogados na vala comum dos mamadores que hoje vemos claramente quem era.
    E continuam sendo por aí...
    O governo do PT teria a obrigação de resgatar a história do Banespa e seus funcionários, bem como eliminar os mamadores instalados pelos corvo-tucanos, ao menos nas empresas e orgãos públicos, onde permanecem fazendo das suas e aumentando, através de indicações, o seu domínio na máquina.
    E remando contra o próprio governo, diga-se.
    Mas, aí é pedir demais... só um sonho.
    O PT jamais acabará com isso e acabará por isso.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo28.3.08

    E os "desastres" ocorridos com a Petrobrás? Foi uma mera coincidência naquela época de doações de patrimônio público?

    (jose justino)

    ResponderExcluir
  3. Injusto com Covas que tentou reverter a decisão e perdeu... Comenta-se que foi um golpe de FHC contra Covas. O objetivo: Evitar Covas como candidato a presidente em 1998. O candidato, todos sabem, foi o próprio FHC...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...