sábado, 24 de maio de 2008

Mantega demite funcionários da Receita por improbidade cometida durante governo FHC


O Diário Oficial publicou na última quarta-feira portaria assinada ministro da Fazenda, Guido Mantega, que oficializa a demissão de Sandro Martins Silva, que era auditor da Receita, e a destituição de Paulo Baltazar Carneiro — auditor que chegou a ser um dos secretários-adjuntos do Fisco, na gestão de Everardo Maciel — do cargo de confiança que ocupava. Segundo o órgão, não há mais recursos administrativos e, independentemente disso, continuam as ações criminais contra os dois servidores. Ambos, entretanto, já estavam afastados do órgão preventivamente.

Funcionou assim. Os dois tiraram licença dos cargos e foram atuar como consultores em empresas privadas. Depois, voltaram a trabalhar para a Receita, mas, por debaixo dos autos, continuavam a trabalhar para os antigos patrões. Pela acusação, por exemplo, problemas da Odebrecht com a Receita, no valor de R$ 1,1 bilhão transformaram-se, em quatro anos, em uma pendura de apenas R$ 26 milhões (o apenas aqui se refere ao volume anterior envolvido, né?).

O trabalho deles era “buscar alternativas e brechas jurídicas que permitissem um abatimento no valor da sanção”.

Os dois, segundo reportagem de O Globo publicada no Unafisco (Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal), prestaram essa “consultoria amiga” a outras empresas, como o Mc Donald's, e “cerca de dez dias depois, a Receita aprovou uma norma favorecendo a rede, que pôde compensar grande parte dos impostos recolhidos pelos seus franqueados”.

Clique aqui para ler as notícias de hoje do Blog do Mello

Clique aqui e receba gratuitamente o Blog do Mello em seu e-mail

imagem RSSimagem e-mail

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. ATENÇÃO, COMENTARISTA:

    Toda opinião que não seja ofensiva é bem-vinda.
    Se não quiser revelar sua identidade, utilize a opção "Nome/URL". Digite um nome qualquer (quem sabe, você não gostaria de se chamar Rebeca?... Aproveite.) Não é necessário preencher o campo URL.
    NÃO UTILIZE A OPÇÃO "ANÔNIMO". Comentários como "Anônimo" não serão mais considerados.
    SE TIVER UM BLOG, OU QUISER INDICAR UM, faça-o após o comentário.
    Um abraço,
    Antônio Mello

    ResponderExcluir
  2. Jackson Fernandes Filgueiras26.5.08

    Talvez não seja pertinente, mas eu me lembrei de uma reportagem da Globo.
    O script dizia respeito a um empresário indignado, e a um flagrante contra um fiscal corrupto, que o estava estorquindo em R$ 1.000,00.
    É possível que esse meu comentário se deva ao fato de eu ser porra-louca, mas eu penso: se a extorsão envolvia um milhão, quanto a empresa havia sonegado do fisco, ou da previdência? (não me lembro de qual, agora).
    Daí a minha indagação: e as empresas beneficiadas com as "consultorias"?
    Foram punidas? Sê-lo-ão algum dia?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...