sábado, 7 de junho de 2008

Por que eles não querem a CPMF nem a Contribuição Social para a Saúde (CSS)


A mídia corporativa, através de seus articulistas, ou em reportagens onde são entrevistados os “especialistas” de sempre, é contra a Contribuição Social para a Saúde (CSS), assim como trabalhou dia e noite para o fim da CPMF. Alegam que o Brasil tem impostos demais, o governo gasta demais, mas todos sabemos que o motivo verdadeiro, o motivo real (e bota real nisso!) é outro.

Isso fica claro numa reportagem da Folha hoje, que começa assim:

Fisco "caça" 14 mil por operações milionárias
Pessoas físicas declararam muito menos do que indicaram suas contas bancárias; lista inclui ainda 8.600 empresas
Receita cruzou os valores declarados com a CPMF retida; sonegação pode ter chegado a R$ 1 bi entre 2003 e 2007, sem juros e multas

Precisa falar mais alguma coisa?

Clique aqui para ler as notícias de hoje do Blog do Mello

Clique aqui e receba gratuitamente o Blog do Mello em seu e-mail

imagem RSSimagem e-mail

Comente com o Facebook:

5 comentários:

  1. N. Faria7.6.08

    É isso aí, Mello. Não é pelos 0,1% que a oposição, a FIESP e os grandes jornais fazem tanto estardalhaço, é pelo seu efeito fiscalizador.

    ResponderExcluir
  2. Leandro16.6.08

    Olá é a primeira vez que posto aqui.

    Primeiro parabens pelo blog. A respeito deste post acho que voce foi infeliz. Como cidadão o Sr. deveria querer pagar menos imposto e ver mais resultado.Essa historia que o imposto serve tambem como meio de investigar quem sonega é umas maiorias mentiras que existe.Cite algum pais no mundo que faz isso fora o Brasil? Tem varios estudos provando que o mercado subterraneo até cresceu depois da criação da CPMF. Veja esse estudo (http://cepesp.fgvsp.br/arquivos/Cepesp_TD1.pdf) . Existe varios metodos de cruzar dados hoje em dia.Pra ver se realmente a pessoa tem mais que declara ter. O que esse gorverno atual quer é realmente arrecadar mais em vez de reduzir custos da maquina e repassar esses montantes para a saúde ou outra area qualquer.

    Abraços e boa sorte
    Leandro

    ResponderExcluir
  3. Leandro,
    a investigação da PF mostra o contrário. Receita cruzou os valores declarados com a CPMF retida.

    ResponderExcluir
  4. Mariano Salinas16.6.08

    Governos que querem arrecadar mais não são "privilégio" do Brasil. Há vários países no mundo com carga tributária altíssima e até maior que a brasileira.

    Em média 36% do que o cidadão ganha no Brasil acaba sendo usado para os tributos. No Canadá essa média está em 40% e ainda existe um país europeu que eu não lembro agora e tem uma carga tributária que leva 51% do dinheiro do seu povo. Ou seja, arrecadação cada vez maior acaba sendo um fenômeno mundial. Falta ao Brasil converter a arrecadação alta em serviços públicos de qualidade, principalmente saúde, educação e segurança pública.

    A CPMF, CSS ou seja o que for é útil sim como mecanismo de controle. Faz sentido a idéia de que a mídia e a oposição estão contra a aprovação da CSS, assim como foi na CPMF. Se a CSS não for aprovada no Senado, a corrupção vai arrebatar silenciosamente, sem que muita gente saiba, muito mais do que os R$ 40 bilhões atuais. Com certeza ninguém quer isso para o Brasil.

    ResponderExcluir
  5. leandro19.6.08

    Olá Mariano,

    Concordo com você sobre o nosso nivel de arrecadação em relação ao países desenvolvidos .

    Mais criar imposto com intuito fiscalizatório é ridículo e vai contra,na minha modesta opinião,a capacidade do brasileiro em criar métodos de controle e corrupção.

    Pessoas que defendem esse tipo de pratica. Dizendo que os ricos não querem esse imposto por causa que são ladrões e querem sonegar é uma completa falta de entendimento.Temos por exemplo a Declaração de Informações sobre Movimentação Financeira (Dimof)que todas as empresas ( bancos , cooperativas de credito e etc) terão que passar os dados de correntistas (físicas e jurídicas).

    Admito que a Dimof não irá cobrir todo âmbito que CPMF cobria.Mas irá coibir a sonegação(Procure no goggle sobre a Dimof).

    Já li vários textos sobre essa discussão e muitos concordam com sua opinião.Então porque não recriar a CPMF com uma alíquota de 0,0000000001 para fins fiscalizatórios em vez de 0,1 ???

    Isso ninguém quer né ?! .Então no final das contas ninguém esta pensando em fiscalizar e sim e em aumentar arrecadação pra não ter que cortar cargos e mordomias.

    Abraços
    Leandro

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...