quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Aonde a onda Obama nos levará enfim?


Publiquei aqui no blog em fevereiro:

Aonde a onda Obama nos levará?


ObamaObama

Os adversários de Obama, tanto Hillary quanto McCain, podem ir tirando o cavalinho da chuva. A onda Obama parece irreversível e tem terreno fértil para crescer e se alastrar ainda mais.

Nada como um candidato diferente dos candidatos de sempre para encher de esperança um eleitorado em meio à crise econômica, que ameaça levar a maior potência do mundo à recessão, e à crise política, com as guerras no Iraque e no Afeganistão, mais a questão palestina.

O que está acontecendo nos EUA pode ser ilustrado com aquele ditado que diz que água morro abaixo, fogo morro acima e mulher quando quer dar seu voto a Obama, ninguém segura.

No meu ibope particular, Obama tem 75% de chances de ser o próximo presidente americano, 20% de chances de ser assassinado (um dos esportes prediletos dos americanos) e os restantes 5% ficam distribuídos por votos nulos e brancos (aqui, McCain).

Se guardarmos a devida proporção (e bota devida e bota proporção nisso), a onda Obama é semelhante àquela que levou Lula, Evo Morales, Chávez e Rafael Correa à presidência de seus países. O povo americano quer experimentar uma nova emoção. E quando uma onda dessas toma conta do eleitorado, os adversários não têm o que fazer, a não ser aguardar a próxima eleição.

A pergunta que fica é a que dá título a esta postagem:

- Aonde a onda Obama nos levará?

Veja também:

» Yes We Can Obama Song by will.i.am, do the Black Eyed Peas

» Vídeo: A guerra do Vietnam como você nunca viu

» Vídeo: Sargento, em quem estamos atirando?

» Vídeo: ¡Papi, cómprame un Kalashnikov!

Clique aqui para ler as notícias de hoje do Blog do Mello

Clique aqui e receba gratuitamente o Blog do Mello em seu e-mail

imagem RSSimagem e-mail

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Espero que nos leve ladeira acima, beeeeem acima.

    ResponderExcluir
  2. Vinte por cento de ser assassinado em um país em que crinças brincam com metralhadoras como brasileiros com bola é um índice muito alto. Espero que o EEUU passe a se impor através da diplomacia e não pela força. João.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...