sábado, 14 de março de 2009

Sugestão para a campanha de Paulo Skaf à presidência


Todo mundo sabe que existe um movimento muito forte em favor da candidatura do presidente da Fiesp, Paulo Skaf, à corrida presidencial de 2010.

Claro que esse “todo mundo” e esse “movimento muito forte” deve ser relativizado. É um todo mundo, é um movimento do mesmo pessoal do “Cansei”. Só que agora parece que eles descansaram e resolveram lançar o nome de Skaf (não confundir com Estafa, que é coisa do antigo Cansei), na base do “se colar, colou”. É só um motivo a mais para fumar charutos, tomar uns uísques.

Mas eu levo a sério essa candidatura. Como acho que Skaf é um excelente candidato para atrapalhar o tucano José Serra (o político mais perigoso do Brasil) dou aqui minha modesta contribuição para a pré-campanha.

Para tornar seu nome mais palatável para o povão, Skaf deveria se apresentar como um igual a quaisquer de nós, que somos sem-indústria. Porque isso é absolutamente verdadeiro. O presidente da Federação das Indústrias do estado mais industrializado do Brasil é um sem-indústria. A que teve (há muito tempo) faliu e deixou um espeto violento em dívidas no INSS, dinheiro que recolheu de seus funcionários e não repassou ao Instituto, conforme reportagem que você pode ler aqui. Eis um trecho:

Mergulhando mais fundo nos anais do INSS, descobre-se que, ao tempo em que mantinha quadro regular de funcionários, a Skaf têxtil acumulou dívidas com a Previdência. Em abril de 1999, quando o débito somava R$ 918,6 mil, o governo, então sob FHC, decidiu bater à porta dos tribunais.

Em agosto de 2000, a Justiça expediu mandado de penhora dos bens da indústria Skaf. Era tarde. Cinco meses antes, a empresa aderira ao Refis, o programa de parcelamento de débitos fiscais. Além da dívida com o INSS, Paulo Skaf reconheceu um passivo com a Receita. Tudo somado, o total parcelado foi a R$ 1,074 milhão.

Sancionada por FHC em abril de 2000, a lei do Refis abriu uma janela de oportunidades. O pagamento dos tributos em atraso foi atrelado a um percentual do faturamento (1,5% no caso da indústria Skaf). Sem prazo para a quitação.

Entre março e dezembro de 2000, a Skaf têxtil recolheu ao fisco R$ 360 mensais. A partir de janeiro de 2001, passou a pagar R$ 12 por mês.

Ou seja, com o pagamento de R$ 12 por mês, Skaf vai precisar de quase 90 mil anos para pagar o que deve ao INSS. Está endividado pela próximas gerações. Como nós. Ou seja, é gente igual à gente.

Não é uma boa ideia?

Clique aqui e receba gratuitamente o Blog do Mello em seu e-mail

imagem RSSimagem e-mail

Comente com o Facebook:

15 comentários:

  1. Matou a pau!
    Será que foi pensando em ficar 90 mil anos pagando uma dívida que o deixou meio cansado?

    ResponderExcluir
  2. Anônimo14.3.09

    Nao é a toa que essa "galera" pira pelo FHC(o farol de Alexandria);ele é um verdadeiro pai,pra esses parasitas do Brasil!

    ResponderExcluir
  3. Sofista14.3.09

    Ai...ai...Mello!
    Adorei a tua colaboração para a candidatura do Skaf.
    Fiquei "barata tonta" quando li por aí, sobre partidos que o apoiam: PSB, PC do B... ( penso que é o tal "bloquinho").
    Aí...minha cabeça ficou como o da "querida avestruz"!

    ResponderExcluir
  4. Anônimo14.3.09

    Andre Carone (amcarone@uol.com.br)
    Falta esclarecer apenas que o autor da matéria é Josias de Souza, jornalista medíocre e apressado que foi criticado diversas vezes pelo Blog do Mello - e com justiça, diga-se de passagem. A matéria não foi produzida pelo Observatório de Imprensa e nem tudo na vida é preto ou branco.

    ResponderExcluir
  5. Meu caro André,
    até um relógio parado...Você conhece o ditado, não?
    Coloquei o link do Observatório porque há a resposta do Skaf à reportagem, que não conseguiu desmentir nada de essencial do que é afirmado pelo Josias.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pela sua contribuição, principalmente para os internautas saber quem ou pelo menos um pouco do que é esse sujeito do Cansei. Mas o que me adimira são esses partidos que o apoiam, agora os chamo de partidecos de aluguel. Se não me engano olha só os partidos: PSB (Partido Socialista Brasileiro), PCdoB(Partido Comunista do Brasil) e PV(Partido Verde), todos na contramão dos rumos que a América Latina está tomando agora. Ou sera que o Paulo Skaf é de esquerda? Só se ele fôr canhoto.

    ResponderExcluir
  7. Não é só o FHC que é pai pros caras que devem impostos(a Receita Federal só pega no pé dos assalariados com holerith),o governo Lullllla também.
    Aliás,por isso que ambos alcançaram o poder.
    São apoiados por esses industriais e banqueiros.
    É um acinte os bancos brasileiros terem vergonhosos lucros nas costas dos correntistas;é um absurdo o aposentado receber 5% de aumento,no governo do ex-trabalhador(na minha opinião nunca foi,desde os 23 anos encostados coçando o saco no sindicato) lullla e ter que pagar 80% de aumento pro plano de saúde,tudo pq é contrato velho.
    É um absurdo as agências(cânceres inventados pelo FHC para dar empregos a apaniguados tucanos e hoje aos apaniguados lullistas),protegerem a parte mais forte e dar um menoscabo aos usuários.
    Aqui,nesse maldito rascunho de País,governado por esses malditos políticos,de esquerdas e ex-de direita,quem paga o pato é a população.
    Eas indenizações aos "perseguidos pela ditadura"?Essa gente não fez oposição à ditadura,fez um investimento e anônimos trouxas como eu que participou de inúmeras passeatas,restou o "vcs não derrubaram a ditadura,quem derrubou,gostosamente na estância no Uruguai,fomos nós".
    É um absurdo a dona Petrobrás patrocinar o devedor flamengo e querer patrocinar o Real Madri sendo que a gasolina do Brasil é uma das mais caras do mundo.
    Banqueiros,induastriais,refis, agências,38 ministérios no governo lulllla,um monte de cargo em comissão idem(como também em sp um monte de secretarias e um monte de cargos em comissão,idem Minas ):por isso a população paga uma das cargas tributárias mais altas do mundo,para sustentar esses perdulários de esquerda(nunca existiu no País) e de direita.
    Enquanto isso,devedores de tributos ,como times de futebol,industriais são beneficiados por políticos inúteis.
    E,as propagandas dos inúteis governantes na mídia? É um escárnio gastar tanto dinheiro público para propagandear obras que não foram feitas,como o tal do pac e o metrô em são Paulo.
    Afigura-se-me que esses políticos(PT,PSDB,PFL ),são uns perdulários com o dinheiro público em matéria de propagandas na mídia.E,as inúmeras TVs públicas? Parece-me que os inúteis querem dar empregos a jornalistas incapazes de ingressarem na mídia privada.
    Essa desgraça começou com o Sarney no Senado e agora esse cãncer do dinheiro público se alastrou.
    E,os jornalistas se calam,pq amanhã podem ingressas na boquinha.
    Pobre erário.
    E,a campanha antecipada da dilma,do serra e do aécio à custa do erário?
    Se eu tivesse o poder divino,faria com que nenhum dos trio ,de perdulários do dinheiro público,chegasse à presidência.

    Por mim não é cansei,é anular o voto para não ser cúmplice dessa gente que adora tratar o dinheiro público como padrasto ou madrasta.
    Poupe-me!

    ResponderExcluir
  8. E,mais: o atual governico(como o anterior) gasta tão mal o dinheiro público na saúde(com viagra,preservativo) e deixa os pacientes com câncer ao deus-dará em matéria de radioterapia.

    É um absurdo os pacientes com câncer,em muitos estados brasileiros,principalmente aqueles que dão o maior suporte ao governico Lula,como o nordeste,não terem máquinas para fazer radioterapia.
    É um absurdo ficarem gastando dinheiro público em propagandas, em passeios para o exterior e o paciente com câncer não ter aparelhos para fazer radioterapia.
    E,ainda tem gente que elogia o vice presidente que tem câncer e só fala dos juros,dando um menoscabo aos colegas que tem câncer e tem o azar de serem atendidos pelo SUS.

    Tenho câncer e tenho que dar graças a Deus por ser atendida por plano de saúde,pois,se fosse do SUS ...
    Enquanto isso,o atual governico torra o dinheiro público em:propagandas, lucros para banqueiros, perdão de dívidas para os industriais,dinheiro público para time de futebol devedor e assim o rascunho de País vai deixando ao deus-dará os pobres .

    ResponderExcluir
  9. Anônimo15.3.09

    Por que não colocar a belinha como sua vice?

    ResponderExcluir
  10. Nely, queria muito entender o porque da sua raiva, que é legítima. Afinal, quem não se escandaliza com as manchetes dos jornalões e dos noticiários da TV? Mas, se a gente desce do pedestal é possível ver muita coisa acontecendo e que não é notícia. O Nordeste por exemplo. Ainda há muita miséria, mas conheço muitos nordestinos que foram visitar seus parentes no Natal e voltaram admirados com o que viram. O Bolsa Família é um programa real de transferência de renda que não está deixando ninguém rico, mas promove a dignidade das pessoas pois elas passam a ter um mínimo necessário à sua existência. Quanto ao problema da saúde, ele é resultado da não implantação de políticas públicas por parte dos municípios e estados, verdadeiros responsáveis constituicionais por estas atribuições. O mesmo se dá com a educação. Entretanto, o que nós, mais abonados financeiramente fazemos? Um maravilhoso Plano de Saúde que é uma transferência de renda aviltante para os cartéis da saúde - uma verdadeira máfia. Não seria mais fácil (e barato)que lutássemos pela saúde pública e pelo ensino de qualidade? Porém é mais cômodo ficarmos em nossas confortáveis residências e deixar o que é público para os pobres. Há um viés histórico nesta tendência: lembro-me bem da Santa Casa de Misericórdia no Rio de Janeiro, onde minha mãe me levava para ser atendida gratuitamente. Era uma casa de caridade. Os ricos pagavam e eram instalados em quartos luxuosos e os pobres nas enfermarias coletivas. Era menina mas lembro muito disso. Nas escolas era a mesma lógica: moças de famílias estudavam no Colégio Sion e os rapazes no São Bento. Marisa Monte tem uma música que diz: "quando penso no futuro, não me esqueço do passado" Pois é, Nely: nosso futuro é aqui e agora...

    ResponderExcluir
  11. Anônimo16.3.09

    O presidente da Fiesp vai se SKAFEDER!

    ResponderExcluir
  12. Anônimo16.3.09

    Andre M. Carone (amcarone@uol.com.br)
    Caro Mello,
    para bom entendedor... é melhor voltar ao começo (você conhece o ditado, certo?)
    O fato é que você nao citou a fonte - entenda-se, o autor do trecho citado, responsável pela matéria que você menciona. Poderia ter registrado o site do observatório de imprensa e o nome do jornalista da Folha. Uma coisa não exclui a outra. Como o cara é de direita (e ele é mesmo!), bom, melhor fazer de conta que não utilizamos o trabalho dele e sustentar o maniqueísmo do qual a mídia alternativa precisa se libertar o quanto antes, em vez desse exorcismo infantil contra o "PiG", a versão sul-americana do eixo do mal.
    Para deixar claro: sua sugestão para a campanha do Skaf veio a calhar, e duvido muito que a Folha a recupere essa matéria. Ao menos os internautas estão precavidos agora.
    abraço,
    Andre.

    ResponderExcluir
  13. Apenas, Marcia disse...
    Muito obrigada pela resposta.
    Esclareço que estou defendendo os pacientes pobres,atendidos pelo SUS(FEDERAL) e que têm câncer.
    No Nordeste,dos coronés(muitos deles apoiam o governo atual,e o passado,e o anterior e o passado do passado...),a maioria dos estados,segundo reportagem da Folha(confirmada na semana passada),não tem máquinas para fazer radioterapia...essas máquinas não são compradas pelos governos estaduais e municipais(que tb são uns lixos em matéria de saúde pública),mas,pelo Ministério da Saúde que é federal(o Ministro Temporão!).Possivelmente,em SP,dado os inúmeros lugares,os pacientes com câncer tenham lugar para fazer a rádioterapia...nos demais não.
    Estou defendendo os pacientes pobres com câncer e dói na alma ver o MS do Governico torrar dinheiro público em propagandas,distribuir viagra,preservativos e deixar os pacientes,pobres,com câncer ao deus-dará.
    O vice presidente que está sendo endeusado por "vencer o câncer"(infelizmente,ninguém vence o câncer:pode sarar,mas a espada continuará na cabeça),só fala dos juros...e,braços cruzados pelos companheiros de infortúnio.
    Há dois anos,se alguém falasse que pacientes pobres do SUS não tivessem máquinas para fazer radioterapia,eu nem iria ler a notícia e se passasse os olhos,de passagem,poderia pensar:jamais pegarei essa doença.Mas,depois que peguei o câncer,aí passei a olhar a via cruces do pobre com essa terrível doença.
    Aliás, o governico Federal que faz tantas propagandas(inúteis),poderia fazer uma campanha séria(não essas baboseiras),para que as mulheres façam auto-exame...mas,nada,cada propaganda besta que é só para torrar o dinheiro público.
    E,fiz químioterapia e rádio e te digo:odiei ter feito a radioterapia,queima a gente,a pele uma grudou na outra,não podia colocar soutien e digo: se tiver de fazer quimioterapia de novo:farei,com satisfação,a rádioterapia não.Odiei!
    Escrevo muito à vontade,pq trabalho desde os 15 anos de idade(tenho 55),fiz supletivo(do ginásio e segundo grau),estudei em faculdade particular,tudo que sou na vida é resultado de meu esforço pessoal,então não devo absolutamente nada aos políticos...

    ResponderExcluir
  14. André,

    não disse o nome mas dei o link, inclusive com a contestação(??!!) do Skaf, o que vem a dar no mesmo.

    Quanto à questão da existência ou não do PIG, você e outras pessoas tão inteligentes quanto discordam do uso da sigla - talvez por ser uma criação do PHA. Mas concordo na essência com a classificação.

    Evidentemente,não imagino os proprietários dos jornalões se reunindo para tentar derrubar o governo. Não precisam fazer isso. A mentalidade deles é historicamente golpista (conteste-me, André). Nenhum deles precisa ligar para o outro, porque todos pensam da mesma maneira em relação ao governo Lula.

    Agem de forma orquestrada para defender seus interesses de classe, e devolver o governo aos tucanos é o projeto deles (conteste-me).

    Mostrar como a mídia trabalha orquestrada para atingir o governo, desde o "mensalão", passando por "aloprados do PT", "falta de grooving", "epidemia de febre amarela", "cartões corporativos", é fácil: está no Google....

    Você tem acompanhado a crise por que passa o governo tucano de Yeda Crusius no RS? Se sim, certamente não é pelo chamado PIG. O Globo, por exemplo jamais tocou no assunto.
    Você não quer chamar o PIG de PIG, mas se tem orelha de PIG, rabo de PIG, carne de PIG - pode ser um porco ou uma feijoada. Mas quando, além disso, trabalha para derrubar o governo, aí certamente é o PIG.

    ResponderExcluir
  15. oI, Nely: pois eu devo muito ao Estado, feito não apenas de políticos, mas às pessoas heróicas que me permitiram estudar em escolas públicas de 1 grau, que construíram e mantiveram a então Escola Técnica Federal Celso Sucow da Fonseca no RJ (hoje CEFET) onde estudei, a Universidade Federal Fluminense, onde cursei administração. Mas os políticos também influenciaram minha vida de forma indireta. Em 1988 foi promulgada a Constituição que define o acesso aos cárgos e empregos públicos através de concursos. Foi graças a este artigo 37 que hoje sou empregada na maior empresa brasileira que é a Petrobras. Imagina, Nely, se não tivesse concurso, essa filha de um simples mestre de obra, jamais teria este emprego. Reiteiro que devemos lutar, Nely. Sei que é difícil o tratamento do cancer: é cruel, invasivo. Noto que vc não tem tido acesso a um trtamneto psicológico para vencer esta doença, como outras pessoas que conheci tiveram. Mas, transforme sua raiva em algo que produza resultados: monte um grupo ou se associe a alguma instituição que busque trabalhar pelos direitos e apoio aos pacientes com cancer (exemplo: http://www.abifcc.org.br/dnews.html). Com certeza na sua cidade existe uma. Não se deixe abater,. Lute por você e pelos seus direitos, pois eles são garantidos em nossa Constituição e leis. E que Deus lhe abençoe e lhe fortaleça nos momentos difícies.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ENFRENTANDO O GOLPE 

A mídia corporativa e o governo golpista querem sufocar os blogs e sites de oposição ao golpe. Precisamos do seu apoio, da sua assinatura, e também do seu engajamento, nos ajudando a divulgar nossos blogs e sites de oposição ao golpe nas redes, republicando nossas postagens, distribuindo conteúdo para amplificar o alcance de nossas críticas.

Assinar é muito fácil, é só clicar numa das imagens, Doar ou Assinar. Todos os cartões de crédito são aceitos



Se preferir, você pode fazer sua doação diretamente na conta do Blog:

Banco Bradesco
Pipa Produções Artísticas Ltda
CNPJ: 10585813/0001-44
Agência 0213
Conta 8035-7
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
O Blog do Mello, enquanto não consegue se sustentar apenas com assinantes, precisa de anunciantes, e você utiliza um bloqueador de anúncios.
Por favor, desative o bloqueador para o Blog do Mello. Obrigado.