terça-feira, 10 de março de 2009

Associação dos Delegados da PF divulga nota contra vazamentos de Veja


A Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal (ADPF) divulgou nota esta manhã criticando os vazamentos de operações sigilosas e a mudança de foco que se tenta dar em relação à Operação Satiagraha:

Não é aceitável que segmentos da mídia nacional se esforcem tanto em apurar os procedimentos do Delegado de Polícia Federal Protógenes Queiroz sem dedicar, ao menos, igual esforço para a apuração dos fatos principais da Operação Satiagraha envolvendo o empresário Daniel Dantas.

A nota serve também para mostrar que não é verdadeira a idéia que tentam vender de que Protógenes estaria isolado na PF, sem apoio dos colegas.

Leia a íntegra da nota:

NOTA

A Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal – ADPF manifesta sua irresignação com a informação de que jornalistas da Revista VEJA tiveram acesso ao suposto conteúdo de material apreendido em investigação da Polícia Federal sobre os procedimentos do Delegado de Polícia Federal Protógenes Queiroz a frente da Operação Satiagraha.

É preciso ser exemplar, quando se quer cobrar respeito ao Estado Democrático de Direito. Isso não é possível com a violação de uma investigação que tramita em segredo de justiça.

Assim como não é compatível com acusações de escutas clandestinas baseadas em ilações e conjecturas sem apresentação de qualquer áudio ou outra prova material dos noticiados grampos telefônicos.

Não é aceitável que segmentos da mídia nacional se esforcem tanto em apurar os procedimentos do Delegado de Polícia Federal Protógenes Queiroz sem dedicar, ao menos, igual esforço para a apuração dos fatos principais da Operação Satiagraha envolvendo o empresário Daniel Dantas.

Essa movimentação jornalística coincide com a apresentação do Relatório da CPI das Escutas com o claro objetivo de forçar uma prorrogação e de indiciamentos até então não propostos.

Por fim, os Delegados de Polícia Federal reafirmam seu compromisso com a necessidade de investigação de tudo e de todos os envolvidos na Operação Satiagraha, inclusive, se for o caso de prorrogação da CPI das Escutas, da autoria de mais essa violação de segredo de justiça.
Comissão de Prerrogativas – ADPF

Clique aqui e receba gratuitamente o Blog do Mello em seu e-mail

imagem RSSimagem e-mail

Comente com o Facebook:

6 comentários:

  1. Já estava "passando da hora", mas enfim, os delegados, parcimoniosamente, decidiram dar uma resposta para a flor do fascio - a revista Veja, afinal, esta não foi a 1ª e nem será a última vez que esta revista "inventa" fatos para vender a sua ideologia rançosa e nojenta para os babacas que a lêem.

    ResponderExcluir
  2. Numa época em que lá fora vê-se fenecer o espírito neoliberal e a onda anticomunista já devidamente em sua cova histórica, ainda temos que conviver com as artimanhas vis e profundamente perniciosas de parte da sociedade brasileira representada pela revista Veja, e os jornalões falidos Estadão, Folha de SP e O Globo. Esses grupos tentam a todo custo voltar aos tempos sombrios da ditadura. Época em que se locupletaram com as benesses do Poder e igualmente tanto prejudicaram o desenvolvimento deste País que amargou o atraso em conseqüência de um modelo obsoleto e perverso de economia dependente em que predominou a discriminação social. É necessário lembrar que ainda vão espernear muito botando o ventilador na farofa dos que querem ver o Brasil, consolidado democraticamente, economicamente e politicamente - tanto interna quanto externamente, para desespero dessa parcela social abjeta e despudorada.

    ResponderExcluir
  3. "Não é aceitável que segmentos da mídia nacional se esforcem tanto em apurar os procedimentos do Delegado de Polícia Federal Protógenes Queiroz":

    Eh perfeitamente aceitavel sim.

    Mais que aceitavel, eh REQUERIMENTO DA ESPIONAGEM.

    ResponderExcluir
  4. Manoel Rodrigues10.3.09

    O que a imprensa na realidade quer, por razoes que a propria razao desconhece, eh desqualificar toda a investigacao do delegado Protogenes e com isso proteger Daniel Dantas e toda aquela turma das privatizacoes, ou seja, FHC e sua quadrilha, sem esquecer do falecido ACM.
    O PIG acha que o povo eh idiota.

    ResponderExcluir
  5. REVISTA VEJA DENUNCIA:PROTÓGENES GRAMPEOU

    BUSH, RUMSFELD, CHENEY, IDI AMIM, O PAPA E DEUS

    fonte: Blog Biscoito Fino e a Massa

    terça-feira, 10 de março 2009

    Em mais um furo de reportagem, a Revista Veja revelou que o Delegado Protógenes Queiroz grampeou o ex-presidente dos EUA, George W. Bush, o ex-vicepresidente Dick Cheney e o ex-Secretário de Estado Donald Rumsfeld durante os preparativos para a Guerra do Iraque. A revista não divulgou qualquer áudio da gravação, mas publicou a transcrição da conversa entre Cheney e Rumsfeld na qual se decidiu pela guerra. O diálogo não revela qualquer ilicitude na conduta dos antigos homens de estado americanos, mas prova a extensão da teia de espionagem construída pelo delegado brasileiro:



    Rumsfeld: Talvez Saddam ainda decida renunciar às suas armas de destruição em massa e nos permita evitar a guerra e o derramamento de sangue.

    Cheney: Sim, afinal de contas o mais importante é criar as condições para um planeta mais justo e pacífico.

    Rumsfeld: Em todo caso, se a guerra for inevitável, já estabeleci todos os parâmetros para que as convenções humanitárias sejam respeitadas e a população civil seja resguardada.

    Cheney: E eu já avisei aos executivos da Haliburton que não esperem nenhuma vantagem especial nos contratos do pós-guerra somente pelo fato de terem um acionista na vicepresidência. Estão todos avisados de que terão de disputar dentro da lei.




    Procurados pela Revista Veja, Dick Cheney e Donald Rumsfeld confirmaram o conteúdo das conversas e asseguraram que a transcrição era correta.

    No cemitério Ruwais, na cidade saudita de Jeddah, onde se encontra enterrado, o ex-ditador de Uganda Idi Ami Dada confirmou que suas conversas com o líder congolês Patrice Lumumba também foram grampeadas por Protógenes Queiroz e que as transcrições apresentadas pela Revista Veja são corretas. “A teia de espionagem de Protógenes arregimentou preferencialmente os membros das etnias Kakwa, Lugbara e Nubian”, afirmou Idi Amin à Veja direto de sua sepultura em Jeddah.

    No Vaticano, o Papa Bento XVI confirmou à Revista Veja que Protógenes Queiroz grampeou suas conversas com Deus, nas quais o Supremo Pontífice pedia pela salvação da alma das duas células impiedosamente assassinadas pelos Drs. Olimpio Moraes e Sérgio Cabral no corpo de uma garota pernambucana de 9 anos de idade. A revista não apresentou os áudios das gravações, mas tanto o Santo Papa como Deus confirmaram que foram vítimas do grampo do Delegado Protógenes.

    ResponderExcluir
  6. Anônimo10.3.09

    Mello,

    Esse comentário nada tem a ver com seu post.
    Gostaria apenas de recomendar esse vídeo muito interessante sobre "A História das Coisas", tem pouco mais de 20 minutos, mas garanto que vale a pena:

    http://www.storyofstuff.com/international/ (há legendas em português)

    Pode ser que esse momento de crise seja o que precisamos para repensarmos as "coisas" e fazermos algo diferente.

    Se julgar válido, divulgue-o aqui em seu blog.

    Abraços,

    Adão

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...