segunda-feira, 9 de março de 2009

‘Não somos racistas e a Globo faz cobertura isenta’


Tem gente que acha que no Brasil não há racismo, existiria apenas preconceito social e não, racial. O diretor de jornalismo da Globo, Ali Kamel, é um desses. Mas ele também acha que o jornalismo da Globo é independente e sempre procura ouvir os dois lados. Embora jornalistas que saíram de lá (Azenha, Rodrigo Vianna) negam que isso tenha ocorrido, ao menos na disputa eleitoral de 2006, em que Kamel teria direcionado a cobertura, em favor dos tucanos. E embora também, no último sábado, o Jornal Nacional tenha feito uma reportagem sobre o vazamento de um material que supostamente estaria no computador do delegado Protógenes, sem ouvir o delegado. O JN ouviu todo mundo que tinha a criticar o vazamento e seu suposto conteúdo. Mas não entrevistou, nem procurou encontrar, o delegado Protógenes.

Hoje, uma leitora no Jornal O Globo, em carta à redação, mostra que Kamel também está errado a respeito da existência ou não de racismo no Brasil.

Violência na loja...
Aconteceu comigo e meus três filhos na loja Aidan Festas e Cia da Rua Senhor dos Passos 191, às 15h de 29/1. Estava lá comprando material escolar e fui arbitrariamente revistada, acusada de roubar uma caixa de lápis de cor. Passei por constrangimento em público, na frente de meus filhos. O segurança queria chamar um "pessoal" e me "levar lá pra dentro", como dizia. Acabou olhando minhas sacolas ali, no meio das pessoas, conferindo a nota fiscal de outra loja e simplesmente me dando as costas, quando percebeu o absurdo engano. Ninguém veio me pedir desculpas, não apareceu gerente, vendedor, ninguém. Meu caçula me perguntava: "Mamãe, ele disse que eu roubei?" Sou          e também médica, saberia reagir, mas muito assustada não agi de forma prática, que seria chamar a polícia.
GILCA SOARES GONZAGA (por e-mail, 29/1), Rio

Apenas para situar o leitor que não é do Rio: a rua Senhor dos Passos citada na carta fica no SAARA, uma área de comércio popular no centro do Rio. Logo, a desculpa do preconceito social não cola.

Cobri com a cor preta a definição que a médica faz de si mesma (negra/branca). Você, leitor astuto, leitora arguta, saberia me dizer qual é?

Outra coisa me chamou a atenção: todas as demais cartas são do mês atual, março, e apenas outras duas são dos dia 15 e 22 de fevereiro. Por que esta, enviada por e-mail (logo, não há a desculpa do Correio) em 29 de janeiro, só foi publicada agora, quase 40 dias depois?

Leia também:

» Demitido, repórter da TV Globo acusa emissora e Ali Kamel de manipularem cobertura política

» Kamel descobriu qual é o grande problema do Brasil hoje

» O dia em que Kamel preferiu não testar hipóteses

» Buraco do metrô de São Paulo, pelo método Kamel

» Ali Kamel e o ‘jornalismo independente’ da ‘grande imprensa’

» Diretor de Jornalismo da Globo, Ali Kamel quer a remoção das favelas?

Clique aqui e receba gratuitamente o Blog do Mello em seu e-mail

imagem RSSimagem e-mail

Comente com o Facebook:

8 comentários:

  1. É a novilíngua do big brother Kamel.

    ResponderExcluir
  2. "Cobri com a cor preta a definição que a médica faz de si mesma (negra/branca). Você, leitor astuto, leitora arguta, saberia me dizer qual é?": que tolice! Todo mundo sabe que sueco eh ladrao... http://us.i1.yimg.com/us.yimg.com/i/mesg/emoticons7/24.gif

    ResponderExcluir
  3. Chico Cerrito10.3.09

    Estou torcendo agora para dois fatores:
    Primeiro para que a crise tão propalada e insuflada pela Globo, bata pesado, bem pesado, na sua receita de publicidade (cujos preços aliás tem custos extremamente maiores que os benefícios para os anunciantes).
    Em segundo para que a Record (embora não seja grande coisa) continue a comer a audiência da Globo pelas bordas, e logo derrube essa mal informante, mal intencionada e representante da ultra-direita, a emissora concorrente, do primeiro posto do Ibope geral.
    Em suma, dois fatores com o mesmo fim, que a Globo se exploda e se possível vá a falência.
    Se for junto com a máfia civitta, a nação daria um passo gigantesco em direção do progresso e da honestidade de caráter.
    Só espero que, em caso de dificuldades financeiras desses dois grupos, o governo feche todas as torneiras e de-lhes uma merecida banana e nunca aceite os conselhos de DD & D. & D lobistas Associados.

    ResponderExcluir
  4. Li o livro do Kamel, Não somos racistas, atentamente e não vi em nenhum momento a afirmação de que não há racismo no Brasil. Li que o brasileiro, como povo, como nação, como instituição juridica, não é racista, independente dos racistas existentes. Eu considero a afirmativa verdadeira do mesmo jeito que considero que o povo brasileiro não é traficante apesar do número inestimável de traficantes que nos dá conta o noticiário. Também sou contra a lei das cotas por esta sim ser uma lei racista,a primeira depois da Lei Áurea e é díficil levar esta bandeira ombro-a-ombro com o Kamel mas é necessário pois completamente nociva aos brasileiros de todas as cores.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo12.3.09

    O que é da Globo está guardado! Eu acredito na justiça divina! O que estão fazendo hoje, vão pagar amanhã!
    A Record, está chegando... ri por último que ri melhor!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Anônimo13.3.09

    Nós vamos ganhar no primeiro turno!

    DILMA PRESIDENTE!

    ResponderExcluir
  7. Anônimo30.10.09

    REVOLUÇÃO QUILOMBOLIVARIANA ! 1 parte
    Manifesto em solidariedade, liberdade e desenvolvimento dos povos afro-ameríndio latinos, no dia 01 de maio dia do trabalhador foi lançado o manifesto da Revolução Quilombolivariana fruto de inúmeras discussões que questionavam a situação dos negros, índios da América Latina, que apesar de estarmos no 3º milênio em pleno avanço tecnológico, o nosso coletivo se encontra a margem e marginalizados de todos de todos os benefícios da sociedade capitalista euro-americano, que em pese que esse grupo de países a pirâmide do topo da sociedade mundial e que ditam o que e certo e o que é errado, determinando as linhas de comportamento dos povos comandando pelo imperialismo norte-americano, que decide quem é do bem e quem do mal, quem é aliado e quem é inimigo, sendo que essas diretrizes da colonização do 3º Mundo, Ásia, África e em nosso caso América Latina, tendo como exemplo o nosso Brasil, que alias é uma força de expressão, pois quem nos domina é a elite associada a elite mundial, é de conhecimento que no Brasil que hoje nos temos mais de 30 bilionários, sendo que a alguns destes dessas fortunas foram formadas como um passe de mágica em menos de trinta anos, e até casos de em menos de 10 anos, sendo que algumas dessas fortunas vieram do tempo da escravidão, e outras pessoas que fugidas do nazismo que vieram para cá sem nada, e hoje são donos deste país, ocupando posições estratégicas na sociedade civil e pública, tomando para si todos os canais de comunicação uma das mais perversas mediáticas do Mundo. A exclusão dos negros e a usurpação das terras indígenas criou-se mais e 100 milhões de brasileiros sendo estes afro-ameríndio descendentes vivendo num patamar de escravidão, vivendo no desemprego e no subemprego com um dos piores salários mínimos do Mundo, e milhões vivendo abaixo da linha de pobreza, sendo as maiores vitimas da violência social, o sucateamento da saúde publica e o péssimo sistema de ensino, onde milhões de alunos tem dificuldades de uma simples soma ou leitura, dando argumentos demagógicos de sustentação a vários políticos que o problema do Brasil e a educação, sendo que na realidade o problema do Brasil são as péssimas condições de vida das dezenas de milhões dos excluídos e alienados pelo sistema capitalista oligárquico que faz da elite do Brasil tão poderosas quantos as do 1º Mundo. É inadmissível o salário dos professores, dos assistentes de saúde, até mesmo da policia e os trabalhadores de uma forma geral, vemos o surrealismo de dezenas de salários pagos pelos sistemas de televisão Globo, SBT e outros aos seus artistas, jornalistas, apresentadores e diretores e etc.
    quilombonnq@bol.com.br
    Organização Negra Nacional Quilombo
    O.N.N.Q. Brasil fundação 20/11/1970
    por Secretário Geral Antonio Jesus Silva

    ResponderExcluir
  8. Anônimo30.10.09

    REVOLUÇÃO QUILOMBOLIVARIANA !2 parte
    Manifesto da Revolução Quilombolivariana vem ocupar os nossos direito e anseios com os movimentos negros afro-ameríndios e simpatizantes para a grande tomada da conscientização que este país e os países irmãos não podem mais viver no inferno, sustentando o paraíso da elite dominante este manifesto Quilombolivariano é a unificação e redenção dos ideais do grande líder Zumbi do Quilombo dos Palmares a 1º Republica feita por negros e índios iguais, sentimento este do grande líder libertador e construí dor Simon Bolívar que em sua luta de liberdade e justiça das Américas se tornou um mártir vivo dentro desses ideais e princípios vamos lutar pelos nossos direitos e resgatar a história do nossos heróis mártires como Che Guevara, o Gigante Oswaldão líder da Guerrilha do Araguaia. São dezenas de histórias que o Imperialismo e Ditadura esconderam.Há mais de 160 anos houve o Massacre de Porongos os lanceiros negros da Farroupilha o que aconteceu com as mulheres da praça de 1º de maio? O que aconteceu com diversos povos indígenas da nossa América Latina, o que aconteceu com tantos homens e mulheres que foram martirizados, por desejarem liberdade e justiça? Existem muitas barreiras uma ocultas e outras declaradamente que nos excluem dos conhecimentos gerais infelizmente o negro brasileiro não conhece a riqueza cultural social de um irmão Colombiano, Uruguaio, Argnetina,Boliviana, Peruana,Venezuelano, Argentino, Porto-Riquenho ou Cubano. Há uma presença física e espiritual em nossa história os mesmos que nos cerceiam de nossos valores são os mesmos que atacam os estadistas Hugo Chávez e Evo Morales Ayma , não admitem que esses lideres de origem nativa e afro-descendente busquem e tomem a autonomia para seus iguais, são esses mesmos que no discriminam e que nos oprime de nossa liberdade de nossas expressões que não seculares, e sim milenares. Neste 1º de maio de diversas capitais e centenas de cidades e milhares de pessoas em sua maioria jovem afro-ameríndio descendente e simpatizante leram o manifesto Revolução Quilombolivariana e bradaram Viva a,Viva Simon Bolívar Viva Zumbi, Viva Che, Viva Martin Luther King,Malcolm X Viva Oswaldão, Viva Mandela, Viva Chávez, Viva Evo Ayma,Rafael Correa, Fernado Lugo,
    Viva a União dos Povos Latinos afro-ameríndios, Viva 1º de maio, Viva osTrabalhadores e Trabalhadoras dos Brasil e de todos os povos irmanados.Movimento Revolucionario Socialista QUILOMBOLIVARIANO

    quilombonnq@bol.com.br
    Organização Negra Nacional Quilombo
    O.N.N.Q. Brasil fundação 20/11/1970
    por Secretário Geral Antonio Jesus Silva

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ENFRENTANDO O GOLPE 

A mídia corporativa e o governo golpista querem sufocar os blogs e sites de oposição ao golpe. Precisamos do seu apoio, da sua assinatura, e também do seu engajamento, nos ajudando a divulgar nossos blogs e sites de oposição ao golpe nas redes, republicando nossas postagens, distribuindo conteúdo para amplificar o alcance de nossas críticas.

Assinar é muito fácil, é só clicar numa das imagens, Doar ou Assinar. Todos os cartões de crédito são aceitos



Se preferir, você pode fazer sua doação diretamente na conta do Blog:

Banco Bradesco
Pipa Produções Artísticas Ltda
CNPJ: 10585813/0001-44
Agência 0213
Conta 8035-7
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
O Blog do Mello, enquanto não consegue se sustentar apenas com assinantes, precisa de anunciantes, e você utiliza um bloqueador de anúncios.
Por favor, desative o bloqueador para o Blog do Mello. Obrigado.