quarta-feira, 1 de abril de 2009

Belinha dos Jardins comenta aniversários do golpe e deste blog


Belinha dos Jardins

Hoje este blog comemora seu quarto aniversário. Por isso, saímos para passear os dois, enquanto aguardávamos a colaboração de Belinha dos Jardins, que só chegou agora.

Aos leitores, grato pela companhia. É bastante gente, bem mais do que imaginei, quando escrevia para no máximo 50 leitores por semana. Hoje, 900 pessoas recebem o blog diariamente por e-mail. Um número maior em seus leitores de feeds. E mais os que aqui veem diariamente, às vezes mais de uma vez. Mesmo tendo eu ficado quase seis meses no ano passado sem publicar nada.

Gostaria de ter mais tempo para me dedicar ao blog, implantar muita coisa que sonho e ainda não pude realizar. Mas, chego lá...

Vamos à contribuição de Belinha dos Jardins:

Prezado Mello,

Já contei para seus leitores minha participação ativa e passiva (mais esta que aquela) em favor da revolução de 1964, inclusive na campanha “Doe ouro pelo bem do Brasil”, quando doei meu anel a um jovem militar muito ativo – o que muito me doeu.

Hoje, quando são comemorados os 45 anos daquela revolução, gostaria de dar meu depoimento, em benefício de seus leitores, corrompidos por suas ideias esquerdistas.

Aqueles eram tempos de sublevação. Camponeses nordestinos queriam fazer uma reforma agrária no país, para transformar nosso Brasil numa imensa plantação de mandioca, que é o que lhes apraz.

Índios, dados a beberagens, ao adestramento de cavalos malhados, ao esporte de atirar flechas nas caravanas de John Wayne e a se comunicar por sinais de fumaça, também queriam comandar o país. Assim como marujos, que jamais haviam tido o prazer – como várias vezes aconteceu comigo – de cear à mesa do capitão.

Essa é a verdade. O resto é filosofia. E não vou entrar em discussões de fundo filosófico, porque elas sempre me pareceram enfadonhas. Quando ouço falar nos sábios Platão, Aristóteles, Sócrates, todos barbados, o que me vem à cabeça é que não devia ser uma boa época para barbeiros e cabeleireiros arrumarem empregos.

Além da dificuldade de trabalho, deviam penar com a falta de ouvintes para suas opiniões. São pessoas absolutamente convictas de sua sabedoria. Aliás, é uma pena que todas as pessoas que sabem como governar o país estejam ocupadas dirigindo táxis ou cortando cabelo.

Veja, por exemplo, o governador Serra. Também não dá trabalho aos cabeleireiros (por motivos opostos aos dos filósofos) e não me parece disposto a lhes dar ouvidos. Pena. Talvez uma peruca, um interlace, emprestasse um ar mais sociável à sua figura de mordomo de filme de terror. Sempre que ele aparece temo que algo de ruim venha a acontecer.

Mas, volto ao que dizia, porque estou muito prolixa, talvez incentivada por generosas doses de calvados que dividi com uma amiga. A revolução colocou ordem no país, coisa que o governo do seu presidente barbudo (assumo minha "intolerance" com relação aos homens de barba) está desfazendo.

Portanto, no dia de hoje há o que comemorar, e o fiz. Inclusive o quarto aniversário de seu blog - de que você não me deixou esquecer - que agora aprecio, graças à minha esporádica colaboração.

Confesso a você e aos leitores que, se necessária se fizer mais uma vez minha colaboração para o bem do Brasil, doarei novamente meu anel a um jovem idealista que entenda a profundez de meu gesto.

Clique aqui e receba gratuitamente o Blog do Mello em seu e-mail

imagem RSSimagem e-mail

Comente com o Facebook:

16 comentários:

  1. Olha, eu não comento tanto por aqui. Mas assino seu feed a pelo menos uns 4 meses e quero dar os parabéns. Seu blog é realmente campeão. Tá entre os melhores, junto com os nassifs, os azenhas, os PHAs.

    É quase chutar cachorro morto, mas a blogosfera tá dando um pau na tv. Acho que no fim do dia, o grande golpe do Lula foi incentivar a venda de computadores. A Tv vai morrer no Brasil e a direita ainda vai ficar sem saber porque.

    No fim, eu achei que tinha de dar minha contribuição. Ser mais um a dizer que "sabe" que a imprensa é comprada, que a mídia é parcial, e que neguinho decide o que vai ser notícia de acordo com o próprio bolso.

    Só que o meu blog vai ser tirado do ar rapidinho. Ce acha mesmo que PSDB e DEM vão dar um mole desses e deixar isso de pé?

    Um abraço, e valeu pela inspiração!

    ResponderExcluir
  2. Mello,
    que a caminhada continue, nem sempre reta e nem sempre torta, mas correta.
    Parabéns e obrigado por esta inestimável contribuição à cultura e à liberdade de pensamento.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Mello pelos 4 anos desse útil blog. Não faz muito tempo que o acompanho, mas já é um dos meus favoritos e sempre que posso o divulgo. Mesmo com pouco tempo já copiei alguns post para meu blog, além de baixar alguns vídeos interessantes, como foi o caso dos vídeos sobre a guerra do Vietnã.
    Valeu pela colaboração dada com tanta informação de forma inteligente e corajosa.
    Copiei, para o meu blog, a partir do seu o banner sobre a passeata contra a “ditabranda”, por tudo isso e muito mais meu desejo que esse blog possa continuar nos trazendo mais e mais informações interessantes.

    O ano é dois mil e nove
    O dia primeiro de abril
    Essa data já não se move
    O blog do Mello inspira
    Quatro anos de verdade
    No dia da mentira

    ResponderExcluir
  4. Talvez 45 anos atrás eu aceitaria de bom grado o 'anel' de Belinha. Mas hoje o anel deve andar bem acabadinho... tô fora!

    ResponderExcluir
  5. ZéTavares1.4.09

    Mello,
    é com prazer que cumprimento você pelos quatro anos deste ótimo blog.
    Espero que continue por muito tempo irradiando lucidez na internet.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns Mello pelo blog. Meu, isso só pode ser alguém te zuando. Não é possível alguém escrever tanta coisa q não tem nada ver com nada. Será q não estão te pregando uma peça, Mello? Sei lá, é muito estranho.

    ResponderExcluir
  7. Mello, quero dar parabéns pela sua firmeza em manter um blog político por 4 anos, e com a reconhecida qualidade do seu. Sei o quanto é difícil, o tamanho do desafio. Desejo que continue firme por muito tempo na mesma objetividade, clareza e ética. Conte com nossa cumplicidade de companheiros de luta. Saudações pela data e um forte abraço.

    ResponderExcluir
  8. Anônimo2.4.09

    Parabéns Mello.Com relação a bela, acho que hoje não existe nenhum militar da ativa, que queira fazer o papel de testa de ferro dessa elite corrupta e decadente. Abraço. Roberto.

    ResponderExcluir
  9. Anônimo2.4.09

    Quatro anos são uma jornada. Devemos apagar as velinhas e as Belinhas (mesmo que simbólica e virtualmente, como a personagem criada pelo imaginário mas inspirada no inconsciente coletivo das nossas "zelites"). Parabéns pelo trabalho e pela coragem de estimular a discussão e a reflexão sobre a nossa história passada, recente e presente. Muitos presentes para você e para os colaboradores desse espaço nessa data querida...

    Roberto Barboza

    ResponderExcluir
  10. Anônimo2.4.09

    Mello, parabéns pelo aniversário do blog e pelo sucesso, desejando que ele seja cada vez maior. COntinue contando com a minha presença. Grande abraço Isis

    ResponderExcluir
  11. ô gente, não apaguem a Belinha! A ditadura (ou branda) já passou! Parabéns Mello pelo seu blog, pelas hsitórias e pelas pessoas que comentam. Aqui não existe solidão.

    ResponderExcluir
  12. Salve, Mello! Parabéns pelos quatro anos do blog. Somos seus fregueses.

    ResponderExcluir
  13. Muniz3.4.09

    Por que leio o Blog do Mello:

    Não sei exatamente como soube deste blog, mas desde que o acessei durante as campanhas presidenciais o adicionei aos meus favoritos. Vivendo fora do país senti-me profundamente desinformado pela grande mídia e este blog prestou-me então, como presta agora, um grande serviço de debate, informação e entretenimento (sobretudo com a nova articulista a simpática Belinha dos Jardins).
    Parabéns Mello!
    Cassio Muniz

    ResponderExcluir
  14. Anônimo3.4.09

    45 anos se passaram e os malefícios continuam a render dividendos. O Sindifisco e a Unafisco ainda permanecem sob ocupação militar em todo Brasil.

    ResponderExcluir
  15. Anônimo21.4.09

    Para custear a Comissão de Segurança Interna implantada pela ditadura na Receita Federal paga-se atualmente R$ 16.000,00 por cada elemento da policia secreta, sendo acescido de seu salário da sec.Seg de R$4.000,00. Franco

    ResponderExcluir
  16. Anônimo25.4.09

    É facil chamar de "branda" a ditadura que torturou, matou, fez pessoas ficarem na miséria de um dia para o outro,exilarem-se para não morrerem , num paiz sem constituição, onde qualquer milico podia prender sob a acusação de ser comunista.Só interessa a família de militar elogia-la pois o que rendeu de lucro este golpe não está no gibi. ass. Carlos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...