quinta-feira, 2 de abril de 2009

Editores de Veja batem cabeça para escolher capa desta semana


Não está fácil a semana para os editores de Veja. Eles estão enlouquecidos. Os temas são muitos:

1. A revista britânica Economist anunciou a construção do parque temático Econoland, com atrações como a montanha-russa do câmbio, a câmara dos horrores da dívida e a ilha da fantasia fiscal.
2. O Daily Mail anunciou que colocaria à disposição dos leitores um serviço via iPhone que permitiria, com um clique, informar movimentos suspeitos de imigrantes ou gays.
3. O Times anunciou a criação uma ovelha tartan - o padrão de xadrez usado pelos escoceses.
4. O Independent saiu com a revelação de que a rainha egípcia Nefertiti teria feito uma plástica.
5. O Daily Telegraph afirmou que os peixes podiam ser usados como fonte de energia. [informações retiradas da página 24 da edição de hoje de O Globo]

Mas, pensa você: isso tudo é pegadinha de 1° de abril de várias publicações internacionais. E está certo. Mas, para a Veja não. A Veja acredita. A Veja acredita em grampo sem áudio, nos dólares de Cuba, nos bilhões de Fidel Castro e Lula no exterior. Veja acredita até que a união de células de um boi com as de um tomate criou o boimate: “um tomateiro capaz de produzir frutos parecidos com tomates mas dotados de uma casca mais resistente e de uma polpa muito mais nutritiva”.

Num esforço de reportagem, o Blog do Mello vasculhou os arquivos da Veja e descobriu a reportagem publicada na edição de 27 de abril de 1983, e que está reproduzida a seguir. Leia e tome cuidado para não morrer de rir.

Repare na ilustração que acompanha a matéria. Ela a torna ainda mais ridícula, mas é bastante esclarecedora, porque o Blog do Mello teve acesso a um relatório sigiloso (é, não é só a Veja não) que esclarece como a reportagem foi produzida e revela o que está oculto na ilustração.

Repare que da barriga do boi descem bolinhas indicando células do bovino a caminho de se transformarem no boimate. Agora vem a informação exclusiva: Debaixo do rabo do boi, desceu outra coisa que se transformou na reportagem. Infelizmente não é possível ver a transmissão na figura, pois a passagem do que desceu desse local úmido e obscuro para o cérebro do editor se fez por osmose. Mas a informação é quente – como a substância enviada pelo bovino ao editor.

Para você ver como é a Veja: O Editor de Ciência da Revista Veja na época era Eurípedes Alcântara, em seguida promovido a Diretor de Redação da hebdomadária mais vendida do Brasil.


Reprodução de reportagem sobre o boimate na revista Veja

Clique aqui e receba gratuitamente o Blog do Mello em seu e-mail

imagem RSSimagem e-mail

Comente com o Facebook:

6 comentários:

  1. Anônimo2.4.09

    E agora FHC?

    Como vc e sua mídia corrupta, representantes do atraso, explicam essa?

    Antes, vc tirava os sapatos, agora eles nos tiram o chapéu.

    Lula é muitos.

    Inté,
    Murilo

    ResponderExcluir
  2. A reportagem de capa vai ser: Ele é o cara - só que com a foto do camisa nove da seleção brasileira Luiz Fabiano.

    ResponderExcluir
  3. Na verdade de acordo com o Manual de Redação da Veja todos os jornalistas, redatores, etc deve considerar que todo dia é primeiro de abril, e assim estão livre para escrever o que quiser. Talvez seja isso que eles chamem de liberdade de expressão, que não existe em Cuba, Venezuela, etc.
    Abraços,

    ResponderExcluir
  4. Ah, agora com desenho fica mais fácil entender o boimate do editor de Veja, Eurípedes Alcântara...

    ResponderExcluir
  5. Anônimo8.4.09

    Bela bosta, isso já em 1983, há tempos que viraram uns idiotas diplomados como jornalistas.

    ResponderExcluir
  6. Tiago9.4.09

    Pois é Mello... e quem não acreditar pode conferir no site da abril:

    http://veja.abril.com.br/acervodigital/

    basta buscar a edição e procurar por 'boimate' que vai aparecer a seção 'engenharia genética'.

    sem comentários (rs)...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...