quarta-feira, 22 de abril de 2009

Exclusivo: Severino Cavalcanti fala sobre uso das passagens por Gabeira


Ex-deputado, prefeito de João Alfredo, Severino Cavalcanti

O Blog do Mello entrevistou com exclusividade o ex-deputado, presidente da Câmara dos Deputados e atual Prefeito de João Alfredo, município do estado de Pernambuco, Severino Cavalcanti, para saber o que ele tem a dizer sobre o mais recente escândalo da Câmara, especialmente em relação ao deputado Fernando Gabeira:

Sabe o que acontece? Eu não gosto de pisar em ninguém que está por baixo. Ele agora está sendo humilhado por ele mesmo. Eu vou preferir deixar passar a pose dele, ele repor o dinheiro que recebeu... É melhor eu não declarar nada agora não.
(...) Isso aí você pode até dizer com relação a Gabeira, dizer que eu disse que ele não tem autoridade pra criticar ninguém. Porque até hoje eu estou...não tive nada... quando eu era presidente da Câmara, nunca dei passagem pra ninguém não. As passagens minhas quem gastava era eu, porque eu usava as passagens pra visitar minhas bases. Eu estava aqui: todo final de semana eu vinha pra Pernambuco. Ele que era o paladino, não podia nunca fazer isso, se mandar para a Europa...

Clique para ouvir o depoimento do prefeito Severino Cavalcanti:



Clique aqui e receba gratuitamente o Blog do Mello em seu e-mail

imagem RSSimagem e-mail

Comente com o Facebook:

18 comentários:

  1. Leandro22.4.09

    Sensacional, Mello! Hahahaha!

    ResponderExcluir
  2. Beto Lima22.4.09

    Para o crápula igual a esse aí, voce não deveria dar espaço não. Ele não tem moral alguma para comentar contra a favor de quem quer que seja....Pisaste na bola

    ResponderExcluir
  3. Anônimo22.4.09

    Quem conhece um pouco de História sabe que o histórico de Severino e o de Gabeira.

    ResponderExcluir
  4. Alberto Bilac de Freitas22.4.09

    Entre o histórico do Severino e o do Gabeira, ainda fico com o do Severino, que foi um inocente útil usado pela oposição para desgastar Lula. Quando viram que ele não era mais útil ao esquema canalha do PSDB/DEM/PPS, foi descartado como um bagaço de laranja, inclusive pelo paladino da ética, Gabeira! E agora, seu gabeira, como é que fica? Vai renunciar ao mandato também? Se tens um restinho de respeito por si mesmo, faça como o Severino: renuncie ao mandato que o povo lhe confiou!

    ResponderExcluir
  5. Crise ética? Moral? Ora, não sejamos tão condescendentes e usar palavras assim amenas e pomposas para definir toda aquela vagabundagem e falta de vergonha do Congresso. O que há lá é um poço sem fundo, enlameado, onde porcos famintos reviram a gamela atrás dos farelos, e todos nós os aceitamos sem gritar, sem espernear, sem questionar, ainda fazendo troça da situação, como se os respingos da lama não nos atingissem diretamente. Pelo contrário, bancamos a pocilga política.
    Tudo é aceito, por fim, em nome da democracia, mas uma democracia exercida somente por eles, porque o bolo só é dividido igualitariamente entre eles, os políticos de um governo populista que nada ver e nada ouve e nada sabe além dos ruídos das próximas eleições já à porta. Essa raça que no Congresso se especializa e finge que nos representa, decerto nunca abriu um dicionário para entender o significado da palavra ética, menos ainda moral. Vem de um molde antigo e vicioso, onde cada qual tem como objetivo primeiro locupletar suas burras ordinárias para depois, como projeto político, se for de jeito, tornar-se dono de parte do Brasil — ou do Brasil todo se possível for —, e apor o nome na velha história como se inventasse novamente a roda. Com esse sistema manjado, um colega punirá o outro jamais, por isso a bagunça está institucionalizada dentro da pocilga.
    Fosse diferente e justo e sério: um parlamentar, qualquer um que utilizasse passagens aéreas fora do propósito para o qual foram ‘inventadas’; que recebesse auxílio-moradia somente para comprar outro apartamento num flat; que desse a volta ao mundo de carro e ainda sobrasse combustível para presentear aos amigos; perderia o mandato sumariamente por falta de decoro — leia-se falta de vergonha mesmo —, sem direito a quaisquer recursos e ainda responderia na justiça por tais atos ilícitos e amorais.
    Mas como já o sabemos, a política é uma colcha de retalhos, costurada por todas as mãos sujas do poder, para entrapar o povo. Portanto, a decantada “Crise Ética” nada mais é do que uma ‘marolinha’ de olhos azuis, castanhos, negros... e outros que nada veem.

    Achel Tinoco
    Salvador-Bahia

    ResponderExcluir
  6. Achel,
    esse tema eu vou abrir aqui no blog, possivelmente amanhã.
    Tenho opinião diferente da sua no essencial. Apareça para comentar.

    ResponderExcluir
  7. Sofista22.4.09

    Mello!
    Muito boa a lembrança.
    É por estas e outras coisitas que não acredito em moralistas.
    Gosto de gente decente, JAMAIS de moralistas.
    O Severino embarcou naquela eleição- como bucha de canhão- na OPÔ ao Lula.
    Quem não lembra?
    Como o dito não virou-se contra o Lula, caiu!

    ResponderExcluir
  8. Anônimo22.4.09

    Uma baita vingança do Severino!

    ResponderExcluir
  9. Fernando22.4.09

    Esse Severino é abusado não?

    Gabeira foi homem e assumiu seu erro, diferente desse velho covarde.

    Aos hipócritas vai uma pergunta: Quem nunca errou? Nesse caso valoriza-se quem admite o erro e o utiliza para se melhorar como pessoa.

    ResponderExcluir
  10. Anônimo22.4.09

    Acho que o Severino realmente foi util pr oposição na época. Agora o posudo do Gabeira que tome tento. Protegido da Globo , ele se acha poderoso. Cuidado que ninguém é mais tão bobo nesse país.

    ResponderExcluir
  11. Antonio22.4.09

    O Gabeira sacaneou o Severino, este esperou quieto até ver o Gabeira morrer com o próprio veneno.
    Gabeira sem essa de lambança com o dinheiro público e depois dá uma de moralista, a latrina te espera!!

    ResponderExcluir
  12. Anônimo23.4.09

    Esse severino... ainda guarda magoa do gabeira, caso de terapia...

    ResponderExcluir
  13. Parabéns, Mello. Qual a mídia que fez esse trabalho, entrevistando o Severino? Se lembraram dele, por interesses outros omitiram ao não falarem em Serverino.
    (Se ele de fato errou que pague)
    Mas nosso amigo Gabeira hummmmm! Desejou ter uma desculpa como paladino da ética. Me engana que eu gosto!

    ResponderExcluir
  14. Willian23.4.09

    Como sempre para a esquerda, o inimigo de meu inimigo é meu amigo, mesmo que seja Severino Cavalcanti.

    ResponderExcluir
  15. X-MAN23.4.09

    Gol de placa Mello, seu blog foi mencionado em varios outros, com certeza vc ficou mais conhecido.

    ResponderExcluir
  16. William,
    Severino Cavalcanti, um obscuro deputado, chegou à presidência da Câmara numa manobra para derrotar o candidato do governo Lula.
    Mais adiante, foi afastado de lá, por acusações de corrupção, e acusado de ser aliado do governo Lula.
    Fernando Gabeira aproveitou a oportunidade em que Cavalcanti era já um balão apagado para tascá-lo. Com isso ganhou a aprovação da revista Veja, de uma classe média ressentida e da mídia porcorativa em geral.
    Gabeira escolheu como antagonista aquele deputado de um pequeno município de Pernambuco, já desgastado.
    Severino Cavalcanti foi o bode expiatório necessário para que tudo continuasse como antes.
    Agora, surgiu o episódio das passagens. Ninguém foi procurá-lo. Eu fui. Porque queria saber o que tinha a dizer aquele homem que foi humilhado por Gabeira.
    Não tem nada a ver essa história de inimigo de meu inimigo. Nenhum dos dois é meu amigo, tampouco são meus inimigos. Não votei nem votarei neles, mas respeito a opção dos que o fizeram e fazem.

    ResponderExcluir
  17. Willian23.4.09

    Mello, obrigado por ter explicado sua posição. Muitas vezes a crítica não é nem a sua postagens mas aos comentáristas que se aproveitam de uma situação indefensável como esta Gabeira para tripudiar, mesmo tendo que se aliar e defender um personagem como o Severino Cavalcanti, representante de tudo de ruim que existe no nordeste. Claro que todos têm lado: você, Azenha, O Globo, Veja, Reinaldo Azevedo, Mainardi (PHA não, ele só pensa nele mesmo) e não podemos nos esquecer disto. Posso ter passado batido, mas não vi comentários em nenhum site ou blog da esquerda menções ao fato de Luciana Genro/PSOL ter cedido passagens ao ÍNCLITO Delegado Protógenes. Qual a diferença entre usar passagens para um filho, um assessor ou para um delegado amigo? Quanto a eleição de Severino, ela se deveu mais a divisão do PT no momento da eleição, quando dois candidatos do partido disputaram e além disto, ele não se elegeria sem votos da base do governo.Depois de eleito, ele foi muito útil ao governo, não criou obstáculos. Mais uma vez obrigado por seu comentário ao meu post mal educado.

    ResponderExcluir
  18. Anônimo24.4.09

    O Sr. Alberto Bilac chamou Severino de inocente comentarios 22/04. Gostaria de saber qual o significado dessa palavra... inocente, inocente, repito inocente. Meu Deus, inocente. O Severino, aquele mesmo do mensalinho, inocente. Sr Alberto, respeitosamente, o sr deveria ir trabalhar com Gilmar e cia.
    Adonias reis

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ENFRENTANDO O GOLPE 

A mídia corporativa e o governo golpista querem sufocar os blogs e sites de oposição ao golpe. Precisamos do seu apoio, da sua assinatura, e também do seu engajamento, nos ajudando a divulgar nossos blogs e sites de oposição ao golpe nas redes, republicando nossas postagens, distribuindo conteúdo para amplificar o alcance de nossas críticas.

Assinar é muito fácil, é só clicar numa das imagens, Doar ou Assinar. Todos os cartões de crédito são aceitos



Se preferir, você pode fazer sua doação diretamente na conta do Blog:

Banco Bradesco
Pipa Produções Artísticas Ltda
CNPJ: 10585813/0001-44
Agência 0213
Conta 8035-7
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
O Blog do Mello, enquanto não consegue se sustentar apenas com assinantes, precisa de anunciantes, e você utiliza um bloqueador de anúncios.
Por favor, desative o bloqueador para o Blog do Mello. Obrigado.