quinta-feira, 18 de junho de 2009

Cerco a Sarney: Repito: Coincidência ou Serra?


Em 8 de fevereiro fiz esta postagem, que continua atual - ou está mais atual ainda. Por isso a repito, com acréscimos:

Não sei quanto a vocês, mas eu achei muito, mas muuuito estranho mesmo que tenham surgido denúncias contra os Sarney, na mesma semana em que o bigode acadêmico chegou à presidência do Senado.

Simples coincidência ou aí tem o dedo de... você sabe quem: aquele político que trabalha nos bastidores, usando de espionagem, demitindo jornalistas e maestros, apoiado pelos jornalões, especialmente os paulistas.

Pois ontem, o Estadão publicou matéria com o vazamento de um grampo da PF que teria flagrado uma possível ajuda da ABIN à família Sarney. Hoje foi o dia da Folha (aqui, para assinantes). Em novo vazamento de grampo da PF, Sarney é acusado de ter usado jornal e TV de sua propriedade para atacar seu adversário político no Maranhão, Jackson Lago. Repito: simples coincidência?

A vitória de Sarney representou uma dupla derrota para os opositores de Lula: primeiro, porque Garibaldi Aves se assanhou na presidência e vivia complicando votações de interesse do governo. Segundo, e mais importante, porque Sarney é adversário de José Serra, a quem considera como o principal responsável pelo escândalo que, em 2002, derrubou a candidatura de Roseana Sarney ao Palácio do Planalto.

Outro dia mesmo o Azenha publicou em seu blog o discurso de Sarney naquela época, de onde destaquei o trecho a seguir:

Há um fato cuja recorrência impressiona e intriga. É que toda referência a esse estilo característico de espionagem e dossiês nasce no Ministério da Saúde e envolve o ex-ministro José Serra. Não é afirmação minha, é dos jornais. Mais que uma estratégia de campanha parece uma concepção de governo.

A primeira matéria que surgiu foi na revista Carta Capital, há cerca de um ano. Aqui está o plano anunciado, que aconteceu exatamente como previsto. Leio a revista:

'...no Ministério da Saúde se teria produzido um conjunto de informações sobre atividades de Paulo Renato. Informações explosivas, pois indicariam uma das trilhas montadas pelo grupo em sua escalada rumo ao poder. Ainda segundo a história do dossiê, este teria sido montado no Ministério da Saúde, mais precisamente na Agência Nacional de Vigilância Sanitária, onde funcionaria um sistema espionagem. ...Eram sete os agentes, incluídos um ex-SNI e SAE [hoje Abin] e um ex-chefe da Inteligência da Polícia Federal no governo Fernando Henrique.' E dá os detalhes.

A imprensa em quase sua totalidade publica que esse mesmo grupo está conectado para essas ações políticas na Polícia Federal e no Ministério Público citando o delegado Marcelo Itagiba, ex-chefe do Departamento de Inteligência da Polícia Federal, ex-chefe do grupo de inteligência que se formou no Ministério da Saúde e que é, atualmente, o superintendente da Polícia Federal no Rio de Janeiro, e o Procurador José Roberto Santoro. É o que diz a Folha de S.Paulo.

'Delegado e procurador ligados a Serra atuam em investigações: o presidenciável tucano, senador José Serra (SP), conseguiu reunir sob as asas de aliados as duas principais investigações em curso que podem implodir a campanha de seus adversários. São eles o subprocurador da República José Roberto Santoro e o delegado de Polícia Federal Marcelo Itagiba.'

Continuo lendo: 'Em viagem a Palmas (Tocantins), há duas semanas, o subprocurador Santoro coordenou informalmente o pedido de busca e apreensão de documentos no escritório da pré-candidata pefelista e governadora do Maranhão, Roseana Sarney. Trocou idéias com o procurador Mário Lúcio Avelar, que foi o autor do pedido, e orientou a estratégia a ser adotada.'

'José Roberto Santoro e Marcelo Itagiba fazem parte da tropa de choque de Serra no aparato policial e de investigação. Os dois já estiveram juntos antes.'

'Ex-assessor especial de Serra no Ministério da Saúde, nos dois anos anteriores, o delegado Itagiba havia demonstrado grande desenvoltura no exercício de suas funções. No dia 9 de março de 1999, por exemplo, representou o então ministro numa reunião com a diretoria da Abifarma (Associação Brasileira da Indústria Farmacêutica).'

'Foi propor aos donos e dirigentes de laboratórios brasileiros que investissem dinheiro numa entidade não-governamental a ser criada para investigar e combater a falsificação de medicamentos. A proposta foi aprovada, segundo ata da reunião.'

Não estou inventando nada sobre ninguém. Estou lendo o que foi publicado. Não houve nenhum desmentido.

Naquele tempo do noticiário da revista Carta Capital, a governadora do Maranhão não era o alvo, eram os concorrentes internos, Pedro Malan, Tasso Jereissati, Paulo Renato. O primeiro explodiu pelo veto político, foi fácil. Dossiê foi feito contra Paulo Renato, diz a revista. Tasso Jereissati também foi objeto de outro dossiê, para ser usado caso insistisse em ser candidato. Disseminou-se o método e o medo.

A serem verdade as aparências, montou-se um grupo estatal para ações políticas. Na Folha de S. Paulo, a jornalista Mônica Bergamo publica:

"Uma das primeiras atitudes do Procurador Mário Lúcio Avelar, do Tocantins, ao colocar as mãos na documentação apreendida foi disparar telefonemas para o procurador Santoro, considerado o mais próximo do candidato Serra."

"Gente, querem dizer que isso é do Serra? Então escreve: sou o procurador do Serra."

Na Saúde, o ministro Serra multiplicou gastos com empresa de ex-chefe de Telecomunicações Eletrônicas do SNI e professor da Polícia Federal. A Fence tem contratos hoje de R$ 1,87 milhão, seis vezes mais do que no ano passado, muitas vezes maior que os contratos para proteger os 33 ministros do STJ.

O Ministério da Saúde, em vez de tratar das epidemias, dá prioridade às coisas de inteligência e espionagem. "Estranhas relações com o mundo dos arapongas", é manchete do Correio Braziliense. E a revista IstoÉ desta semana: "Grampos, chantagem e baixarias".

São tantas as conexões, tantas as evidências, que não há como esconder a ligação dos atos contra a governadora do Maranhão à sucessão brasileira, que querem transformar numa farsa.

O que você acha: Naquela época e hoje, coincidência ou Serra? Quantos metros de altura terá o tapete que esconde a poeira das histórias do bigodudo do Maranhão? Por que só estão sendo ventiladas agora?

Clique aqui e receba gratuitamente o Blog do Mello em seu e-mail

imagem RSSimagem e-mail

Comente com o Facebook:

11 comentários:

  1. Pode até ser orquestração do Serra, mas verdade seja dita: onde tem Sarney, tem fisiologismo, ah isso tem...

    ResponderExcluir
  2. Clovis Campos19.6.09

    O mundo é mais do que Fla x Flu. Mas que está ficando difícil não ser maniqueista e reducionista, ah isso está.

    Em fevereiro você matou a cobra e agora pode mostrar o pau. Não se entusiasme,é no bom sentido...

    Por isso é que gosto de acompanhar o seu blog. Informação e análise.

    ResponderExcluir
  3. Admiro e gosto muito das suas opiniões, e até imagino que de fato atacando Sarney estarão indiretamente atacando Lula e Dimma. Mas não defendo Sarney.
    Outra coisa: mais que nunca a oposição somente vai falar em CPI até para se saber a côr do céu, pois do BANESPA elem conhecem bem e muito menos desejam falar da ALSTON e o governo de São Paulo, da governadora do RS, dentre outras, como compra de votos e vai por aí...

    ResponderExcluir
  4. Carlos Cunha20.6.09

    Mello,
    Fazia tempo que não lhe visitava.
    Então o bandido do Serra está armando para aquele Senhor Bom chamado Sarney. Maldade! Uma família tão boa, uma história tão polida - ele nem fala em ditabranda!
    Afinal ele não é uma pessoa comum...
    É muito triste ver a que ponto caiu boa parte da esquerda brasileira.
    Meus pêsames.
    Carlos Cunha

    ResponderExcluir
  5. Carlos,
    onde eu defendi o Sarney? Aliás, faça uma pesquisa na caixa de pesquisa do blog e você verá minha opinião sobre ele.
    O que estou denunciando é que toda esta crise só está acontecendo agora porque ele - desafeto de Serra - foi eleito presidente do Senado.

    ResponderExcluir
  6. Otaciel de Oliveira Melo21.6.09

    SURTO DE HIPOCRISIA

    É como diz Paulo Henrique Amorim: o PIG descobriu que José Sarney é José Sarney. E eu pergunto: há quanto tempo Sarney é Sarney? Há décadas, óbvio. Na realidade trata-se de um novo surto de indignidade sazonal.

    Li no blog do Paulo Henrique uma sugestão de um leitor que começo a colocar em prática. Ele sugeria que aqueles comentaristas que vão votar em Dilma em 2010 terminem seus escritos com a frase "estou com Dilma em 2010 e não abro".

    Foi exatamente o que acabei de fazer agora.

    ResponderExcluir
  7. Carlos Cunha22.6.09

    Mello,
    Onde eu escrevi que você defendeu o Sarney? Talvez por um ato falho você deve ter lido isso. Afinal o Lula defendeu e tudo o que ele faz é certo. Ele também não é uma pessoa comum.
    O que eu disse é que o Sarney não está sendo acusado por nada, muito pelo contrário. Eu sou dum tempo no qual o PT pensava que todos deviam pagar pelos seus crimes. Era neste PT no qual eu votava. Eu nunca votei no Sarney, nem no Collor. Eles eram e são tudo o que abomino na política, por isso votava no Lula. Simples.
    Se o Paulo Henrique Amorim diz: o PIG descobriu que José Sarney é José Sarney. Eu digo: o PT e seu PIG esqueceu!
    Não me interessa quem cometeu o crime - Sarney, Serra, para ficar no seu post - interessa que todos os que cometeram paguem.
    Pensando bem, ao criticar o denunciante por ser ele o Serra, você queria proteger o Sarney, queria que ele continuasse ali na presidência do Senado. E procurar a sua opinião sobre ele antes dele ser aliado do PT só vai reforçar o que eu disse. E se ela continua a mesma, sem sei o que dizer.
    Mantenho os pêsames.
    Estou com a minha consciência e não abro!

    ResponderExcluir
  8. graciliano23.6.09

    Nada, nem as velhas culpas de Sarney, isenta o Serra de fazer o jogo mais sujo da política brasileira, baseado em dossiês, espionagem e ameaças. É um político atrasado, com métodos fascistas. Se faz tudo isso para alcançar o poder, dá prá suspeitar quais sejam seus interesses de pois da posse. Vale tudo!
    Quero que Sarney e a metade dos senadores se explodam, de preferência que se convoque eleições extraordinárias para substituí-los já. Mas que o Serra é uma ameaça que nada tem a ver com moralidade, isso é visível.

    ResponderExcluir
  9. Anônimo23.6.09

    A pergunta que deve ser feita é: As denúncias contra Sarney são verdadeiras? Se são não há como defendê-lo como Lula fez dizendo que por conta da sua biografia Sarney não é um homem comum.É justamente o contrário; o próprio Lula já chamou Sarney de ladrão. A biografia de Sarney nos autoriza a acreditar nas denúncias, afinal, Sarney foi um dos baluartes da ditaura, levou milhares de brasileiros ao desespero com o fracassado Plano Cruzado, etc. Além disso, Lula sempre fez o discurso da ética e não pode, por isso, se aliar a pessoas como Sarney que representam o oposto desse discurso.

    ResponderExcluir
  10. Mello, escrevi em abril na Caros Amigos (http://www.guilhermescalzilli.blogspot.com/2009/04/vez-do-pmdb.html) sobre o tema. Certamente o súbito interesse no Senado (e no PMDB em particular) tenta atingir um aliado importante do governo em 2010. A polarização resultante só agradaria a José Serra. Isso, é claro, não implica defender Sarney; mas cabe injetar um pouco de desconfiança quanto aos interesses da mídia nesses "escândalos".
    Abraços do
    Guilherme

    ResponderExcluir
  11. LUIZ C LEAL25.6.09

    QUE VERGONHA SEU MELLO!!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ENFRENTANDO O GOLPE 

A mídia corporativa e o governo golpista querem sufocar os blogs e sites de oposição ao golpe. Precisamos do seu apoio, da sua assinatura, e também do seu engajamento, nos ajudando a divulgar nossos blogs e sites de oposição ao golpe nas redes, republicando nossas postagens, distribuindo conteúdo para amplificar o alcance de nossas críticas.

Assinar é muito fácil, é só clicar numa das imagens, Doar ou Assinar. Todos os cartões de crédito são aceitos



Se preferir, você pode fazer sua doação diretamente na conta do Blog:

Banco Bradesco
Pipa Produções Artísticas Ltda
CNPJ: 10585813/0001-44
Agência 0213
Conta 8035-7
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
O Blog do Mello, enquanto não consegue se sustentar apenas com assinantes, precisa de anunciantes, e você utiliza um bloqueador de anúncios.
Por favor, desative o bloqueador para o Blog do Mello. Obrigado.