sábado, 27 de junho de 2009

Lula mais uma vez põe o dedo na ferida da mídia


Em Itajaí (SC), o presidente Lula não perdeu a oportunidade de mandar mais um recado aos donos da grande mídia. O presidente começou criticando a cobertura da imprensa sobre as eleições iranianas:

"Às vezes fico meio chateado acompanhando o noticiário, porque a vitória do presidente do Irã não foi pequena. Agora, o fato de a oposição não se conformar de ter perdido e achar que tem o direito de bagunçar o que a maioria deu, a gente não pode aceitar nem lá, nem aqui, nem em lugar nenhum", disse Lula, em entrevista ao grupo gaúcho de mídia RBS.
"O que eu condeno no Irã? A morte, a violência. E vocês da imprensa precisam ter cuidado com o material que vem de lá, porque é feito pela oposição. Já que a imprensa internacional não está podendo participar, estão pegando o material da oposição."
Lula se disse "indignado" com o que considera um desequilíbrio no noticiário. "Lembro quando o [George W.] Bush ganhou a primeira eleição, na Justiça. Se fosse no Irã ou na Venezuela, teria ocupado oito meses de jornal no mundo inteiro de crítica", disse. [A reportagem é de Pedro Dias Leite, enviado da Folha a Itajaí, e pode ser lida na íntegra aqui, apenas por assinantes].

A referência que Lula faz a Bush é sobre sua escandalosa e fraudulenta vitória sobre Al Gore, em 2000, que você pode saber em detalhes aqui.

Mas não ficou apenas nisso. Em outra página do jornal, há uma declaração do presidente em favor da blogosfera (mostrando que a azia presidencial se restringe à imprensalona):

A rapidez da internet mudou a forma como as pessoas se informam. "A imprensa não tem mais o poder que tinha. A informação já não é mais uma coisa seletiva, em que os detentores podem dar golpe de Estado."

Tá dado o recado para os barões da ditabranda e também para nós, como mais um incentivo para que continuemos com nosso trabalho de mostrar o que eles querem esconder e denunciar suas mentiras e manipulações.

Clique aqui e receba gratuitamente o Blog do Mello em seu e-mail

imagem RSSimagem e-mail

Comente com o Facebook:

6 comentários:

  1. Anônimo27.6.09

    Meu nome é Otaciel de Oliveira Melo

    Falou e "dizeo". É isso mesmo: os golpes começam assim e assado. Houve fraude, gritam os perdedores, e aí quem perdeu quer ser empossado. Não duvido que esse papo pinte por aqui em 2010, depois da vitória da Dilma. Vocês duvidam?

    Pra relaxar, uma piada que acabo de ler no blog no Nassif.

    Sabe qual foi a primeira pergunta de Michael Jackson ao chegar ao céu? CADÊ O MENINO JESUS, CADÊ O MENINO JESUS?

    ResponderExcluir
  2. Anônimo27.6.09

    O que não sai da minha cabeça é a postura da veja. Ela não morreu, não demitiu jornalistas, mas está em um profundo silêncio.

    "Tenho medo"

    ResponderExcluir
  3. graciliano27.6.09

    A menção de Lula a "golpe de Estado" é o primeiro recado direto dele aos donos do PIG. É como se dissesse: "eu sei o que vcs fizeram, fazem e querem fazer no futuro. Mas vcs não terão esta força, como tiveram em 54 e em 64".
    O linchamento de Sarney parece um teste de força da oposição e sua mídia: se conseguirem derrubar o chefe de um Poder, em 2010 estarão aptos a um atentado maior. Como Sarney é indefensável (embora a mídia o tenha defendido desde sempre, enquanto ele não estava com Lula), parece que a campanha golpista está sendo bem sucedida.

    ResponderExcluir
  4. Antonio Lyra Filho28.6.09

    Esta para mim foi a melhor declaração de Lula.
    Tudo que está acontecendo hoje no país, se deve a forma como está sendo feito o jornalismo.

    Acredito que só irão para, no dia que conseguirem um convulção social.

    ResponderExcluir
  5. Cássio Coutinho5.7.09

    Levando o centro da discussão para a política internacional, o que ocorre no Irã são preparativos para uma invasão americana no futuro muito embora eu não ache possível de acontecer no governo Obama. De qualquer maneira é bom ficar atento, já que Woodrow Wilson prometeu não entrar na 1ª Guerra Mundial para se reeleger e acabou entrando devido a manipulações de bastidores.

    Sobre o Sarney, como foi lembrado pelo Graciliano, ele era defendido pela mídia antes de se unir a Lula. E este tem toda razão ao dizer que a crise do Senada é fruto de denuncismo. Se lembrarmos bem, só depois que o PMDB assumiu o comando da casa surgiu o escândalo das diretorias e as ditas mutretas do Sarney.

    ResponderExcluir
  6. Simone13.1.11

    É a primeira vez que entro aqui, mas, lamentável o comentário do internauta Otaciel de Oliveira Melo.
    Quanta pobreza! Meus pêsames.
    Isso, vai brincando com coisa séria. O dia que o senhor morrer, provavelmente vai dizer a mesma coisa, não é?
    E cuidado, porque até onde eu sei, Michael Jackson está vivo. Quem viver verá.
    Cuidado porque o mundo dá voltas que a gente menos espera e, de-repente, ficamos de queixo caído, tamanha a surpresa que o destino nos traz.
    O melhor está por vir. O cala boca de Michael Jackson a aqueles que o tripudiaram, humilharam, desrespeitaram vai acabar.
    Aguarde.
    Obs: Isto não é loucura de fã, é lucidez de quem pesquisa, de quem se informa.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ENFRENTANDO O GOLPE 

A mídia corporativa e o governo golpista querem sufocar os blogs e sites de oposição ao golpe. Precisamos do seu apoio, da sua assinatura, e também do seu engajamento, nos ajudando a divulgar nossos blogs e sites de oposição ao golpe nas redes, republicando nossas postagens, distribuindo conteúdo para amplificar o alcance de nossas críticas.

Assinar é muito fácil, é só clicar numa das imagens, Doar ou Assinar. Todos os cartões de crédito são aceitos



Se preferir, você pode fazer sua doação diretamente na conta do Blog:

Banco Bradesco
Pipa Produções Artísticas Ltda
CNPJ: 10585813/0001-44
Agência 0213
Conta 8035-7
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
O Blog do Mello, enquanto não consegue se sustentar apenas com assinantes, precisa de anunciantes, e você utiliza um bloqueador de anúncios.
Por favor, desative o bloqueador para o Blog do Mello. Obrigado.