sábado, 25 de julho de 2009

Justiça manda tirar nome Sarney de placas. E a avenida Gilmar Mendes?


Com justeza, e obedecendo ao princípio constitucional da impessoalidade, que proíbe nomes de políticos e funcionários em logradouros públicos, a Justiça determinou que fossem retiradas as placas e renomeadas todas as ruas, praças, hospitais, maternidades (menos cemitérios, porque nenhum ainda aceitou tal homenagem) dos Sarney no Maranhão.

Mas, e o ministro Gilmar, que é nome de avenida em sua cidade natal, Diamantino? Ninguém vai chamá-lo às falas para acabar com tal “ilicitude”? Ou o Simão Bacamarte do Judiciário é quem determina o que é a Lei e a quem Ela pode ou não ser aplicada?

Clique aqui e receba gratuitamente o Blog do Mello em seu e-mail

imagem RSSimagem e-mail

Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Anônimo26.7.09

    Mello
    Qual é a fonte desta notícia?

    ResponderExcluir
  2. graciliano27.7.09

    Ora, todos sabemos que Gilmar Mendes e seus amigos estão acima da lei. Se ele pode forjar um "grampo" em conluio com a veja, e nem ao menos foi censurado por algum magistrado, por que deveria se preocupar em retirar seu nome de logradouros públicos, ainda mais no seu feudo político?

    ResponderExcluir
  3. Da primeira parte, O Globo. Da segunda, Carta Capital.

    ResponderExcluir
  4. Sarney? Os brasileiros enganados e inocentes arranjaram "sarna" para se coçar quando elegeram um Sarney. Esse elemento não serve nem para a simples política de um condominio residencial quanto mais à política de um condominio chamado BRASIL! Mas ai está toda a família como sarna animal a infernizar todas as famílias brasileiras que se prezem.

    Gilmar Meendes? Deveria ser implodido de vez do Judiciário e ir para o Inferno sem precisar que ninguém o segure pelo braço. (Ver poema de Fernando Pessoa)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...