segunda-feira, 29 de março de 2010

Saúde: Vitória de Obama não é nada perto da conquista de Cuba


Tem gente batendo tambor e achando o máximo a vitória de Obama com a aprovação do seguro-saúde nos EUA. Gente contente com a possibilidade de atendimento de saúde aos chamados desfavorecidos no Big Brother.

Mas muitos desses não podem nem ouvir falar naquela pequena ilha, diante do gigante, onde o acesso à saúde é amplo, geral e irrestrito. Essa surpresa também pegou pelo pé o cineasta americano Michael Moore. Americano típico, Moore mostrou seu desencanto com o sistema de saúde americano e seu entusiasmo com o cubano em seu filme Sicko.

Desde que o filme foi lançado nos EUA, há mais de três anos, eu o comento aqui, postando trechos, às vezes o filme inteiro. A maioria dos links, com o tempo, quebrou-se. Mas os abaixo ainda funcionam. Portanto, quem ainda não viu não perca a chance. Ou então vá a uma locadora. É imperdível.





Clique nos links abaixo para baixar as duas partes. Legendas em espanhol.

Sicko, parte I

Sicko, parte II

Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Anônimo4.4.10

    Minha mãe comprou esse filme na "banquinha". É impagável a cara de um estadunidense típico com vergonha ao ser atendido com tanta humanidade pelos médicos cubanos.

    Vou assistir de novo.

    Davi Lemos.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...