sábado, 3 de abril de 2010

Mello, 'Tu deve estar feliz com o ataque que Israel sofreu, não?'


Um comentarista do blog mandou essa. Minha resposta vai em postagens anteriores. Essa é a única vantagem de ser um dinossauro internético, a favor das lutas populares.






Guerra em números



Comente com o Facebook:

16 comentários:

  1. Anônimo3.4.10

    Mello, muito bom o video, irei diulgá-lo.

    ResponderExcluir
  2. Taediu4.4.10

    Não sei como o mundo tolera esses israelenses, esse gente é covarde, vive criando prloblemas.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo4.4.10

    Sem palavras, os vídeos dizem muito.

    ResponderExcluir
  4. Anônimo4.4.10

    Ter mais palestinos mortos da direito da Palestina eleger um partido de terroristas ao poder? E cometer constantes ataques contra Israel? Lembre-se que em Israel o partido trabalhista elege-se constantemente. Simplesmente apoiar os palestinos é de uma burrice imensa. É necessário pressioná-los a eleger representantes não terroristas.

    ResponderExcluir
  5. Mello, vc tem o mapa de Israel quando de sua fundação? Nele estava incluído Jerusalem?
    No portal do Ig desta semana, lí que Jerusalem é a capital de Israel; não é TelAviv?

    ResponderExcluir
  6. Luciano Prado6.4.10

    Melhor resposta impossível.

    Israel ainda vai pagar pelos assassinatos em massa de gente inocente e indefesa.

    Parece que não aprendeu com o passado.

    ResponderExcluir
  7. ALEX8.4.10

    "O BRASIL NÃO É ESPELHO DOS EUA", DIZ SENADOR AMERICANO PRA ESPLENDOROSA MÍDIA BRASILEIRA

    8/abril/2010 8:02


    Dodd: vai falar em Bolsa Vagabundagem lá em Recife

    Christopher Dodd, do Partido Democrata de Connecticut, anunciou que não se candidatará à re-eleição.

    O último trabalho dele, nesta legislatura, será ajudar o presidente Obama a redigir uma lei que impõe mais rigor e vigilância sobre o “cassino” do mercado financeiro, como dizia o Lord Keynes.

    Dodd veio ao Brasil ajudar o Governo Lula a dar uma lição de moral ao PiG (*) e aos chanceleres da GloboNews.

    SOBRE O IRÃ:

    “Não é função do Brasil espelhar a política externa dos estados Unidos… O presidente Lula acredita que isso (o programa nuclear iraniano) pode ser resolvido pela diplomacia. Espero que ele esteja certo, mas em algum momento nós teremos que decidir que talvez o Irã não esteja disposto a isso.”

    SOBRE LULA E O BOLSA FAMÍLIA:

    “O Presidente Lula merece grande crédito. O Bolsa Família é uma ideia esplêndida, e uma fonte de renda atrelada à educação… É por isso que 80% dizem que Lula faz um bom trabalho.”

    Sobre a tese do PSDB, da mulher do governador de São Paulo e dos DEMOS de que o Bolsa Família é uma espécie de “Bolsa para Vagabundos”:

    “Considero válido esse ponto de vista, mas é fácil dizer quando você tem um bom emprego no Wall Street Journal” (Ou no PiG (*) – PHA). Vá explicar isso a uma família em SP, no Rio ou em Recife.”

    FONTE: Conversa Afiada

    ResponderExcluir
  8. Anônimo8.4.10

    O mundo tei que tomar uma atitude comtra Israel eles nao pode fazer o que quizer e ficar sei punicao.
    Eles nao reclama dos mazista mais eles sao do mesmo geito deles.
    Sergio

    ResponderExcluir
  9. Sabra e Chatila estão vivos na lembrança imparcial dos pacifistas do mundo inteiro. Israel ataca com balas de fuzil e metralhadora, palestinos e principalmente palestinas cujas armas são pedras e seu ideal de liberdade. Se a ONU criou o estado de Israel, essa guerra desigual seria evitada se da mesma forma tivessem criado o estado palestino, que aos milhões estão oprimidos na Faixa de Gaza e na Cisjordânia, sem contar o novo "muro de Berlim" erguidos por israelenses que matam árabes como se mata baratas. Novo? Jorge Zimbábue

    ResponderExcluir
  10. Caro Mello,

    Leiam mais um capítulo da série A Idade das Trevas, no blog http://terragoyazes.zip.net. No ar e na rede: Daniel Dantas como modelo de empreendedorismo e de como os oligarcas tucanos saquearam o Estado!

    ResponderExcluir
  11. caraca o que aconteceu não teve mais atualização.........

    ResponderExcluir
  12. Caros do blog,

    Leiam o último capítulo da série: A Idade das Trevas. No ar e na rede: O Supremo Sonho Tucano: Transformar o Brasil num Imenso Paraguai!

    ResponderExcluir
  13. Desculpe fugir do comentário, queria fazer outro tipo de comentário com uma pergunta.
    Como é que vão saber que sigo seu blogue se esta faltando os retratinhos.
    Abraços

    ResponderExcluir
  14. "Políticos ocidentais, covardes demais para salvar vidas"

    Alguma coisa mudou no Oriente Médio, nas últimas 24 horas – e os israelenses, se se considera a resposta política extraordinariamente estúpida, pós-matança, não dão qualquer sinal de terem percebido a mudança. O que mudou é que o mundo, afinal, cansou-se das matanças israelenses. Só os políticos não têm o que dizer, hoje. Só os políticos estão calados. Nossos políticos não têm mais fibra, não tem espinha dorsal, são covardes demais, para tomar as decisões que salvam vidas. O artigo é de Robert Fisk.

    Robert Fisk - The Independent

    A verdade é que os muitos, gente comum, ativistas, dêem-lhes o nome que quiserem, são os que hoje tomam as decisões que mudam o curso dos acontecimentos. Israel perdeu? A guerra de Gaza de 2008-09 (1.300 mortos) e a guerra do Líbano de 2006 (1.006 mortos) e todas as outras guerras e, agora, a matança da madrugada da segunda-feira significam que o mundo afinal decidiu rejeitar o mando de Israel? Não esperem tanto. Mas, sim, algo aconteceu.

    Basta ler a desfibrada declaração da Casa Branca – que o governo Obama estaria “trabalhando para entender as circunstâncias que cercam a tragédia”. Condenação? Nem uma palavra. E pronto. Nove mortos. Mais uma estatística, na matança no Oriente Médio.

    De fato, não, não é só mais uma estatística.

    Em 1948, nossos políticos – norte-americanos e britânicos – atacaram Berlim. Uma população esfaimada (nossos inimigos, havia apenas três anos) estavam cercados por exército brutal, os russos, que tinham cercado a cidade. O levante do cerco de Berlim foi um dos momentos altos da Guerra Fria. Nossos soldados e aviadores arriscaram e deram a vida por aqueles alemães mortos de fome.

    Parece incrível, não é? Naqueles dias, nossos políticos decidiam; muitas vezes decidiram salvar vidas. Os senhores Attlee e Truman sabiam que Berlim importava, tanto em termos morais e humanos quanto em termos políticos.

    Hoje? Gente comum – europeus, norte-americanos, sobreviventes do Holocausto – sim, sim, santo Deus! Sobreviventes dos nazistas! –, os que decidiram viajar até Gaza, porque seus políticos e governantes os abandonaram, falharam, fracassaram.

    Onde estavam os políticos e governantes na madrugada da segunda-feira? OK, ok, apareceram o ridículo Ban Ki-moon, a declaração patética da Casa Branca e o caríssimo Sr. Blair, com cara de “profunda lástima e choque ante a tragédia de tantas mortes”. Mas… E Cameron? E Clegg?

    Em 1948, claro, teriam ignorado os palestinos, não resta dúvida. Há aí, afinal, uma terrível ironia: o levante do cerco de Berlim coincidiu exatamente com a destruição da Palestina árabe.

    Mas é fato irrecusável de que os muitos, gente comum, ativistas, dêem-lhes o nome que quiserem, são os que hoje tomam as decisões que mudam o curso dos acontecimentos. Nossos políticos não têm mais fibra, não tem espinha dorsal, são covardes demais, para tomar as decisões que salvam vidas. Por quê? Como chegamos a isso? Por que não se ouviu uma palavra saída da boca de Cameron e Clegg (dentre outros, claro)?

    Claro, também, sim, que se fossem outros europeus (ora essa! Os turcos são europeus, não são?) os metralhados naqueles barcos, por outro exército árabe (ora essa! O exército de Israel é exército árabe!), então, sim, haveria ondas e ondas de indignação e ultraje.

    E o que tudo isso diz sobre Israel? A Turquia não é aliada muito próxima de Israel? E, de Israel, os turcos recebem o que receberam? Hoje, o único aliado que restava a Israel, no mundo muçulmano, fala de “massacre” – e Israel parece não dar qualquer importância ao que diga a Turquia.

    Lei mais

    http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=16659

    ResponderExcluir
  15. De Silvio Tendler, cineasta, para o governo de Israel - no blog do Rodrigo Vianna

    CARTA AO GOVERNO ISRAELENSE - por Silvio Tendler

    Senhores que me envergonham:

    Judeu identificado com as melhores tradições humanistas de nossa cultura, sinto-me profundamente envergonhado com o que sucessivos governos israelenses vêm fazendo com a paz no Oriente.Médio.

    As iniciativas contra a paz tomadas pelo governo de Israel vem tornando cotidianamente a sobrevivência em Israel e na Palestina cada vez mais insuportável.

    Já faz tempo que sinto vergonha das ocupações indecentes praticadas por colonos judeus em território palestino. Que dizer agora do bombardeio do navio com bandeira Turca que leva alimentos para nossos irmãos palestinos? Vergonha, três vezes vergonha!

    Proponho que Simon Peres devolva seu prêmio Nobel da Paz e peça desculpas por tê-lo aceito mesmo depois de ter armado a África do Sul do Apartheid.

    Considero o atual governo, todos seus membros, sem exceção, merecedores por consenso universal do Prêmio Jim Jones por estarem conduzindo todo um pais para o suicídio coletivo.

    A continuar com a política genocida do atual governo nem os bons sobreviverão e Israel perecerá baixo o desprezo de todo o mundo..

    O Sr., Lieberman, que trouxe da sua Moldávia natal vasta experiência com pogroms, está firmemente empenhado em aplicá-la contra nossos irmãos palestinos. Este merece só para ele um tribunal de Nuremberg.

    Digo tudo isso porque um judeu humanista não pode assistir calado e indiferente o que está acontecendo no Oriente Médio. Precisamos de força e coragem para, unidos aos bons, lutar pela convivência fraterna entre dois povos irmãos.

    Abaixo o fascismo!

    Paz Já!

    Silvio Tendler


    http://www.rodrigovianna.com.br/outras-palavras/silvio-tendler-israel-envergonha-judeus-humanistas

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...