quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Primeira pergunta do questionário do Otavinho 'Ditabranda' Frias para quem quer ser presidente do Brasil: - Do you speak english?


Li no Azenha essa história que mostra a mentalidade colonizada de parte da chamada elite. Reproduzo:

Em comício no MS, Lula ataca diretor da ‘Folha de S. Paulo’
24 de agosto de 2010 • 23h33 • atualizado em 25 de agosto de 2010 às 02h30
Claudio Leal
Direto de Campo Grande (MS)
no Terra
No comício em Campo Grande (MS), na noite desta terça-feira (24), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva atacou o publisher da Folha de S. Paulo, Otávio Frias Filho, por um episódio ocorrido em 2002, quando foi cobrado, em almoço no jornal paulista, por não falar inglês. Em elevados decibéis, ao lado dos candidatos Dilma Rousseff e Zeca do PT, Lula criticou os que o viam como “cidadão de segunda classe ou verdadeiro vira-lata”.
“Me lembro como se fosse hoje, quando eu estava almoçando com a Folha de São Paulo. O diretor da Folha de São Paulo perguntou pra mim: “O senhor fala em inglês? Como é que o senhor vai governar o Brasil se o senhor não fala inglês?”… E eu falei pra ele: alguém já perguntou se Bill Clinton fala português? Eles achavam que o Bill Clinton não tinha obrigação de falar português!”, alvejou. A plateia o interrompeu, com gritos e aplausos. “Era eu, o subalterno, o colonizado, que tinha que falar inglês, e não Bill Clinton o português!”.
“Houve uma hora em que eu fiquei chateado e me levantei da mesa e falei: eu não vim aqui pra dar entrevista, eu vim aqui pra almoçar… Levantei, parei o almoço… E fui embora”, prosseguiu. “Quando terminou o meu mandato, Zeca… terminei sem precisar ter almoçado com nenhum jornal! Nunca faltei com o respeito com a imprensa… E vocês sabem o que já fizeram comigo…”, encerrou o presidente.

Inacreditável é a manchete que o Terra escolheu: Em comício no MS, Lula ataca diretor da ‘Folha de S. Paulo'.

Lula ataca? Como assim, cara-pálida?

Com a imensa aprovação de seu governo, Lula mostrou que a língua que o presidente tem que saber falar é aquela que falam os brasileiros. Porque só quem entende o que o povo fala é capaz de governar para ele. Como Lula.

.

Comente com o Facebook:

5 comentários:

  1. Falando em respeitar a imprensa, o Zé Alagão acusou o governo de funanciar "blogs sujos" e censurar a imprensa. Eu nunca vi cara mais lisa. Todo blogueiro que se dar o respeito sabe do que o candidato tucano fez, antes mesmo de iniciar a campanha, para atacar websites e blogs de opositores.

    A notícia foi estampada na parte mais visível do site em letras maiores que o habitual, ignoranado deliberadamente, no entanto, o fato de Serra ter se recusado a responder jornalistas sobre quais seriam tais blogs.

    Acabei fazendo um pequeno comentário sobre a abordagem da Folhona acerca do ocorrido no Imprensa Marginal.

    Na segunda-feira (23), o vice do Zé, Indio da Costa (ex-PFL-RJ) voltou a acusar o PT de manter relações com as Farc e o narcotráfico. Acho que esse será o tom da nova fase dessa campanha presidencial.

    Abraços, Mello!

    ResponderExcluir
  2. Anônimo25.8.10

    Em 30/05/2002, o Octavinho fez, no jornal de seu pai, estas previsões sombrias acerca de uma possível vitória de Lula nas eleições daquele ano:
    “eleito, o governante petista percebe que seu programa é impraticável, afasta-se dele e, em decorrência disso, tem sua administração paralisada pela militância. (...) Maior problema será a onda de frustração que sobrevirá às expectativas de redenção social excitadas por uma vitória de Lula e que seu governo vai necessariamente burlar. E o acanhamento do personagem, formado na estreiteza do ambiente sindical e que nunca teve de tomar decisões de poder, nas quais não se agrada a uns sem desagradar a tantos outros.”

    Hoje, 8 anos depois, onde andará a “onda de frustrações”? Será a que atinge a turminha da Kombi?

    ResponderExcluir
  3. é, a "elite"brasileira continua a mesma, e com isso quero dizer que os formadores de tal "elite" também são os mesmos, quais sejam, os pósteros professores de faculdades e seus diretores juntamente com os reitores, que se acham acima da população não só em pensamento como em grau de inteligência, se não vide o caso da geise arruda das faculdades paulistas, não foi o reitor que simplesmente expulsou a moça sem dar a ela a menor chance de defesa? e como ele outros reitores e faculdades continuam a destilar a sua "sabedoria", calcando nos estudantes a consciência de que por estarem no lugar que estão, por isso só são melhores que o "resto", que são 98% da população, se queremos mudar a visão política dos nossos políticos primeiramente temos que mudar os formadores dessas mentes estreitas, os que tem o privilégio de estarem na faculdade, seja qual for, deve agradecer o povo, que paga inpostos e os privilegia. todos os reitores e professores são fascistas, para o bem da sociedade todos deveriam entregar os cargos, a começar pela puc que de cristã não tem nada, como disse mahtma ghandi,"o dia em que os cristãos fizerem o que pregam eu serei o primeiro deles.

    ResponderExcluir
  4. Anônimo26.8.10

    Acho que os futuros presidentes do Brasil não precisam realmente falar inglês, precisam falar o "lulêis", pois a maior qualidade do Lula, é falar a lingua do povo, mesmo que cometa alguns errinhos aqui outro ali, mas afinal de contas ele tem origem humilde. Vamos fazer apologia a ignorancia!!!!!
    Emerson

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...