quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Serra e os mata-mosquitos, quem agrediu quem?


Em 1999, quando era Ministro da Saúde do governo Fernando Henrique Cardoso, José Serra demitiu quase seis mil mata-mosquitos no Rio de Janeiro. Seis mil pessoas que se viram desempregadas da noite para o dia. Muitas ficaram na miséria. Houve 33 casos de suicídio entre elas.

Mas não é só isso: exatamente por essas demissões e pela ausência de uma política de prevenção e combate ao mosquito causador da dengue, o Rio de Janeiro teve a maior epidemia de dengue da história do Brasil em 2002, "quase 290 mil pessoas contraíram a doença no Estado e 91 morreram em todo o Estado, sendo 65 mortes e 138 mil casos somente na capital. Foi o ano com mais casos de dengue na história do país, concentrados no Rio de Janeiro".

O Sindicato que abriga os mata-mosquitos fica na zona Oeste da cidade, exatamente onde Serra foi ontem com sua comitiva, repleta de seguranças.  Por que tantos seguranças? Porque sabiam que os mata-mosquitos estariam lá para protestarem contra aquele que os jogou no desemprego.

Quem provocou quem? Quem agrediu quem? Por que, como mostram os telejornais, Serra levou a bolinha de papel na cabeça e seguiu caminhando normalmente e só começou a "passar mal" logo após ter recebido um telefonema, como mostra especialmente a reportagem do SBT?

Todo cuidado é pouco na reta final da campanha. José Serra já mostrou estar disposto a tudo para chegar à presidência. O melhor a fazer é deixá-lo falando sozinho para seus militantes pagos, ao lado de seus candidatos derrotados, como o ex-Gabeira aqui no Rio. E manter, sim, uma equipe da campanha da Dilma gravando tudo, com repórteres espalhados e atentos, cobrindo qualquer possibilidade de armação da campanha tucana. Que, pelo que apontam as últimas pesquisas, certamente virá.

Com a tecnologia disponível nos celulares já é possível enviar imagens para o Youtube e as redes sociais na hora, utilizando o BCYou, por exemplo.

É preciso fazer na campanha o que Serra não fez no Ministério da Saúde: prevenir para evitar que haja uma epidemia de calúnias, mentiras e armações, que podem provocar uma dengue hemorrágica nas urnas.

.

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. O Collor fazia isso que o Serra faz hoje, mandar seus seguranças bate em opositores para alardear que eram ataques de hordas petistas
    Leia isso do Rovai
    http://www.revistaforum.com.br/blog/2010/10/20/serra-2010-e-o-collor-de-1989-preparem-se/

    Realmente foram seguranças de Serra que provocaram. Eles vão continuar provando. Os que defendem Dilma vão ter que ter sangue de barata para aguentar estas provocações de tucanos, claro, jogo de cena para sair no PIG
    Leia isso
    http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_secao=1&id_noticia=139722

    Isso é uma tática da direita em conluio com a mídia. O golpe jamais será televisionado.
    Leia isso do Azenha
    http://www.viomundo.com.br/politica/puente-llaguno-o-documentario-que-poucos-viram-no-brasil.html

    Isso é coisa desta gente que Serra traz na garupa: nazistas, monarquistas, teocratas,TFP..
    Leia isso do Rodrigo Vianna
    http://www.rodrigovianna.com.br/plenos-poderes/monarquistas-do-panfleto-gostam-de-indio.html

    As cinco ondas do Zé Serra. Ondas do mal criadas para derrubar Dilma. A última onda será a dos ataques a pessoas, Igrejas, jornais. Mesmo que sejam ataques, como se viu ontem, sejam simulacros. O que importa é o sensacionalismo estampado na mídia a partir das farsas. Incrível como o obscurantismo tomou de conta desta eleição. Precisamos desanuviar corações e mentes. O amor vencerá o ódio. A onda da Dilma é a onda do amor.
    Sobre as 5 ondas, leia isso do Rodrigo Vianna
    http://www.rodrigovianna.com.br/plenos-poderes/as-cinco-ondas-da-campanha-contra-dilma-sao-tecnicas-de-contra-informacao-militar.html

    ResponderExcluir
  2. Mello, eu fui uma das vitimas do Serra. Dia 02 de fevereiro de 2002 estava na UTI com Dengue hemorrágica. Me despedi da familia pensando que não ia aguentar.Felizmente sai 3 dias depois, mas o que passei me deixou em trauma ate hoje e como sei que #SerraRojas eh o principal culpado ele não terá nunca meu perdão. Sem falar nas outras vitimas do Rio de janeiro. Eu sou de Salvador. Que esse homem nunca mais possa exercer nada na política do Brasil!
    Abraços
    Maria Luiza

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...