sexta-feira, 25 de março de 2011

Barcas não vão mais fazer travessia Rio-Niterói-Rio durante a madrugada. O que a população ganha com isso?


A notícia acabou de sair na imprensa oficial do governo do estado do Rio de Janeiro, as Organizações Globo. A partir de 26 de abril, as barcas que fazem a travessia Rio-Niterói-Rio não vão funcionar de madrugada.

Já foi definida a data para o fim da circulação durante a madrugada das barcas: 26 de abril. Em nota, a concessionária Barcas S/A afirma que o serviço será encerrado por determinação do governo. Eles afirmam ainda que os usuários poderão contar com o serviço da linha de ônibus 100D, que faz o trajeto Praça XV-Araribóia. Leia a íntegra da nota:

"A concessionária Barcas S/A informa que o serviço de transporte da linha Praça XV-Niterói, do período da madrugada (compreendido entre meia-noite e 5 horas), será suprimido por determinação do Governo do Estado.

"Tal medida decorreu da verificação da baixa demanda, que não alcança uma quantidade mínima de passageiros para justificar a utilização do transporte de massa.

"É importante destacar que o interesse das pessoas que utilizam o transporte durante esse período está garantido. A linha de ônibus 100D, que faz o trajeto Praça XV-Araribóia, opera 24h em todos os dias da semana.

"Durante os próximos 30 dias, a concessionária vai comunicar aos usuários a data de paralisação do serviço, que será em 26 de abril de 2011".

A empresa Barcas S.A. recebeu uma concessão do estado para operar as barcas. Evidentemente, esse contrato previa o funcionamento das barcas de madrugada. O que deixará de ocorrer a partir de 26 de abril.

E o que a população ganha com isso? Nada. Como a arrogante nota da empresa informa, o povão madrugador deve pegar a linha de ônibus.

E o dinheiro que a Barcas S.A. vai economizar ao deixar de prestar um serviço para o qual recebeu concessão vai pra onde?

A empresa deveria pelo menos oferecer o serviço gratuito de ônibus para os usuários. Ou então o governo do estado deveria renegociar a concessão.

O que não pode é a empresa anunciar que o serviço será "suprimido por determinação do Governo do Estado" e ainda lucrar com isso.

Ou pode?

Metrô e SuperVia eu sei que são defendidas pelo escritório de advocacia da esposa do governador Cabral. Barcas também?

.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ENFRENTANDO O GOLPE 

A mídia corporativa e o governo golpista querem sufocar os blogs e sites de oposição ao golpe. Precisamos do seu apoio, da sua assinatura, e também do seu engajamento, nos ajudando a divulgar nossos blogs e sites de oposição ao golpe nas redes, republicando nossas postagens, distribuindo conteúdo para amplificar o alcance de nossas críticas.

Assinar é muito fácil, é só clicar numa das imagens, Doar ou Assinar. Todos os cartões de crédito são aceitos



Se preferir, você pode fazer sua doação diretamente na conta do Blog:

Banco Bradesco
Pipa Produções Artísticas Ltda
CNPJ: 10585813/0001-44
Agência 0213
Conta 8035-7
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
O Blog do Mello, enquanto não consegue se sustentar apenas com assinantes, precisa de anunciantes, e você utiliza um bloqueador de anúncios.
Por favor, desative o bloqueador para o Blog do Mello. Obrigado.