terça-feira, 5 de abril de 2011

'O Dia que Durou 21 anos' mostra que nacionalismo dos golpistas de 64 era 'made in USA'


Ontem a TV Brasil exibiu a primeiro episódio do documentário "O Dia que Durou 21 anos", uma coprodução da TV Brasil com a Pequi Filmes, com direção de Camilo Tavares. Os outros dois episódios vão ao ar hoje e amanhã, sempre às 22h.

O mais interessante no episódio de ontem foi a confirmação, através de diálogos entre o presidente Kennedy com seu embaixador no Brasil Lincoln Gordon, que todo o discurso de nossos golpistas, civis e militares, em favor do "nacionalismo" e para "expurgar o perigo comunista" era "made in USA".

Com a exibição de material inédito, "documentos do arquivo norte-americano, classificados durante 46 anos como Top Secret", ficamos sabendo como nosso destino foi traçado no exterior e desenvolvido aqui, com agentes da CIA infiltrados, e milhões de dólares distribuídos entre deputados, jornalistas e meios de comunicação. O próprio presidente Kennedy chega a reclamar com o embaixador que a verba era muito grande, mas Gordon o alerta que maior seria o prejuízo se o Brasil virasse uma nova Cuba.

Vamos aguardar os dois próximos episódios, mas, apenas pela exibição desses documentos inéditos, já terá valido a pena a produção de "O Dia que Durou 21 anos".

A lamentar que legendas e créditos tenham sido pensados e feitos para as telas de cinema e o que faz com que fiquem pequenos nos aparelhos de TV. E também que a íntegra do primeiro episódio ainda não esteja no site da TV Brasil (pelo menos no momento em que escrevo).

Hoje à noite tem mais. Se você perdeu o de ontem, assista hoje e amanhã. E aguardar que os três episódios sejam liberados no site da TV Brasil para que possamos distribuí-los pelas redes para que atinjam o maior número de pessoas possível.

.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...