domingo, 22 de maio de 2011

Após Folha esticar corda de Palocci até Dilma, Estadão quer pendurá-la em Lula


De mansinho, como quem não quer nada, eles vão jogando as iscas para pegar peixes incautos - que são aqueles que criticam o PIG, mas acreditam em tudo o que ele publica.

A Folha colocou Palocci na roda, escandalizando o nada: um ex-ministro, fora do governo, teria ganhado muito dinheiro com uma empresa de consultoria. Alguma ilegalidade? Não apontam. Falam apenas em quantias enormes.

Depois puxam a quantia para a época da campanha de 2010 ("esquecendo" convenientemente que 2006 também foi ano de campanha e o faturamento da empresa foi pequeno) para levar a rede até Dilma.

Bola levantada pela Folha, repercutida pelo esgoto da Veja, o Estadão tratou de "correr atrás do prejuízo". Suitou a Folha fazendo uma entrevista com o ex-presidente do BNDES no governo Lula, Carlos Lessa.

Lessa, um divertidíssimo homem sério, deu sua opinião sobre o assunto. Até que a entrevistadora, inocentemente, mandou:

Sua tese vale também para ex-presidentes da República?

Pronto. Já, já começam a dizer que palestras de Lula são uma imoralidade. Que ele está rico ganhando centenas de milhares de dólares por elas.

Se falarem que FHC também ganha (muitíssimo menos, por incompetência dele), como Palocci fez em relação a Malan e outros, vão argumentar que o PT dizia que faria diferente.

E assim segue a roda dos inocentes úteis oferecendo seus próprios pescoços para alimentar os predadores famintos que estão fora do poder.

Não contem com o meu.

Talvez você também se interesse por:


.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...