terça-feira, 17 de maio de 2011

Diretor Geral do FMI Strauss-Kahn oferece US$ 1 milhão de fiança, mas Justiça dos EUA nega. Já no Brasil...


Dominique Strauss-Kahn é acusado de tentar estuprar uma camareira no hotel em que estava hospedado em Nova York. Strauss-Kahn é (era) considerado o segundo homem mais poderoso do mundo, atrás apenas de Barack Obama, presidente dos EUA.

Strauss-Kahn não foi pego em flagrante. Não confessou o crime. Pelo contrário, nega tudo. No entanto foi preso, algemado e a Justiça dos Estados Unidos acaba de negar seu pedido de relaxamento de prisão, mesmo diante de uma fiança de um milhão de dólares.

No Brasil, o banqueiro Daniel Dantas, mais adiante condenado a 10 anos de prisão (mas ainda em liberdade), que tentou comprovadamente comprar delegado da Polícia Federal com R$ 1 milhão, recebeu dois habeas corpus seguidos, em menos de 24 horas, do à época presidente do STF ministro Gilmar Mendes. Sem pagar um centavo por isso.

Comparando as duas decisões, que mensagens a Suprema Corte dos dois países passa a seus cidadãos?

Resposta com você leitor(a).


(Via Celular)

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...