segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Vídeo de casal homossexual se beijando não ser exibido em TV aberta é preconceito ou adequação ao público?


No site do Ministério da Saúde, na área relacionada a DST-AIDS há o seguinte link: Saúde mobiliza jovens gays na prevenção à aids.

Clicando nele, somos direcionados a uma página que começa com as seguintes informações:

Saúde mobiliza jovens gays na prevenção à aids

Campanha busca sensibilizar público para reduzir vulnerabilidade. No ano passado, para cada 16 homossexuais dessa faixa etária [15 a 24 anos] vivendo com aids, havia dez heterossexuais. Em 1998, eram 12 para cada dez

O aumento de incidência de AIDS entre jovens gays de 15 a 24 anos (esse é o foco da campanha, e o destaque em negrito é meu) é preocupante. Por isso o governo resolveu criar peças dedicadas a esse público. Entre elas o tal vídeo vídeo, que reproduzo a seguir:



Não sei nem se o vídeo vai ao encontro do público-alvo (jovens gays de 15 a 24 anos, repito), mas, de qualquer maneira, mostra homens trocando carícias e incentiva o uso da camisinha, que é o objetivo da campanha.

É importante destacar que a campanha tem várias peças, o vídeo é uma delas. Inicialmente, o site do Ministério afirmava que ele seria veiculado na TV e na internet.

A leitura que se fez é de que ele seria exibido em TV aberta (embora TV não signifique obrigatoriamente TV aberta) e na internet. O ministro disse que não, que seria "exibido apenas em espaços fechados frequentados por homossexuais" (informação do site do deputado Jean Wyllys) e - pior - mandou retirar o vídeo da internet, o que é um absurdo total.

Premissa básica para uma campanha publicitária é "o que se quer informar e qual o público-alvo". A partir daí, monta-se estratégia e desenvolvem-se peças.

Pergunto: O vídeo de casal homossexual se beijando não ser exibido em TV aberta é preconceito ou adequação ao público - jovens gays de 15 a 24 anos, segundo o site do Ministério?

Vou logo avisando aos que tentarem dizer que, só por levantar a questão, tenho preconceito contra homossexuais que:

  • tenho uma empregada homossexual
  • tenho alguns amigos homossexuais ou meio assim... você me entende, né?
  • deixaria tranquilamente minha filha namorar um homossexual, embora ELE não fosse querer...
  • não tenho nada contra eles, desde que saibam se comportar em locais públicos e reconheçam seu lugar
  • etc.etc.
  • (Adaptei isso tudo de quem diz que não tem preconceito contra negros, mas...)

.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ENFRENTANDO O GOLPE 

A mídia corporativa e o governo golpista querem sufocar os blogs e sites de oposição ao golpe. Precisamos do seu apoio, da sua assinatura, e também do seu engajamento, nos ajudando a divulgar nossos blogs e sites de oposição ao golpe nas redes, republicando nossas postagens, distribuindo conteúdo para amplificar o alcance de nossas críticas.

Assinar é muito fácil, é só clicar numa das imagens, Doar ou Assinar. Todos os cartões de crédito são aceitos



Se preferir, você pode fazer sua doação diretamente na conta do Blog:

Banco Bradesco
Pipa Produções Artísticas Ltda
CNPJ: 10585813/0001-44
Agência 0213
Conta 8035-7
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
O Blog do Mello, enquanto não consegue se sustentar apenas com assinantes, precisa de anunciantes, e você utiliza um bloqueador de anúncios.
Por favor, desative o bloqueador para o Blog do Mello. Obrigado.