segunda-feira, 26 de março de 2012

A pedidos: Apoio de Alckmin à campanha de Serra para a prefeitura de São Paulo foi planejado num almoço solitário há 4 anos


Com a vitória meia-boca de Serra nas prévias tucanas, muita gente se questiona até onde vai a campanha do Coiso e, principalmente, qual a dimensão do apoihttp://www.blogger.com/img/blank.gifo do governador Geraldo Alckmin à candidatura dele.

A vitória de Serra foi magra e insípida como um chuchu, e já há articulistas, como o Rovai, que questionam se é verdadeiro o apoio do governador ao ex.

Por isso repito essa postagem de vinte e poucos dias atrás, com minha avaliação:



A foto acima mostra o governador Geraldo Pinheirinho Alckmin almoçando sozinho, um dia antes da eleição que reconduziu Kassab à prefeitura de São Paulo, em 2008. Alckmin era o candidato do PSDB (partido do governador de SP na época, José Serra). Ficou em terceiro lugar, atrás de Kassab e Marta Suplicy.



Uma posição humilhante para quem vinha de uma campanha presidencial há dois anos, em que foi ao segundo turno com o presidente mais popular do Brasil, Lula. Isso aconteceu porque o governador Serra ignorou sua campanha e apoiou a reeleição de Kassab.



Enquanto almoçava solitariamente, há quatro anos, Alckmin não poderia imaginar que o destino o colocaria agora na posição de dar o troco e devolver a Serra o "apoio" de 2008.



Dizem que a vingança é um prato que se come frio. Nelson Rodrigues dizia que a pior solidão é a companhia de um paulista. Imagine esse almoço de um paulista solitário. Como deve estar frio agora, passados quatro anos.



[A imagem peguei no Blog DoLaDoDeLá, do meu xará Marco Aurélio Mello]


.


.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...