sábado, 21 de abril de 2012

Pagot do DNIT diz que Cachoeira e Delta 'armaram' pra cima dele. Esqueceu a principal, a Veja


Numa série de entrevistas, que começou pela revista Época das Organizações Globo, o ex-diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) Luiz Antônio Pagot acusou o bicheiro Carlinhos Cachoeira de ter tramado, junto com a Delta Construções, sua demissão do DNIT.

Segundo Pagot, ele estava contrariando os interesses da Delta, cobrando "malfeitos" em obras da construtora para o governo federal. Por isso, Cachoeira - que trabalharia em parceria com a Delta - teria armado um esquema para conseguir sua demissão - o que aconteceu.

Neste sábado, Pagot voltou a fazer a mesma acusação, agora no Jornal Nacional. A reportagem deu razão às palavras de Pagot, ao mostrar trecho de uma gravação da PF em que Cachoeira assume e comemora a demissão de Pagot:

“Eu plantando em cima dele, igual o que eu plantei do Pagot, ele anotou tudo. Está uma beleza agora. O Pagot está (f..) com ele”, disse Cachoeira, na gravação.


Mas Pagot e o Jornal Nacional - assim como anteriormente a revista Época - omitem personagem importantíssimo na trama: a revista Veja, que foi onde Cachoeira "plantou (palavras dele no grampo) a "armação" pra cima de Pagot.

Só com os grampos na mão Cachoeira nunca seria ninguém. De que valeria uma caixa de grampos na careca de Espiridião Amim, por exemplo? Seriam inúteis. Os grampos só deram poder a Cachoeira porque ele "plantava" reportagens com Policarpo Junior na revista Veja.

Cachoeira sem Policarpo seria como Dick Vigarista sem Muttley, Tom sem Jerry, Piu Piu sem Frajola, Romeu sem Julieta e eu aqui sem você...

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...