sexta-feira, 25 de maio de 2012

Merval, o Imortal, Pereira apoia novos candidatos a Demóstenes e diz que CPMI vai acabar em pizza. Logo, é o oposto


Em sua coluna cheia de brilhantina em O Globo, Merval, o Imortal, Pereira dá voz a novos candidatos ao posto de novo Demóstenes, acrescentando dois nomes à lista que divulguei aqui em Quem vai ser o novo Demóstenes? Miro Teixeira? Álvaro Dias? Pedro Taques? Façam suas apostas: ambos do Psol, o senador Randolfe Rodrigues e o - sempre ele - deputado federal Chico Alencar.

Além disso, depois de mais auma examinada na metástase de Chávez que atingiu o fígado (leia Merval, o Imortal, se vangloria de se desdizer. Metástase em Chávez pode não ser, pode ser), Merval vê um acordão para que a CPMI termine em pizza.

O adiamento (...) revela a tentativa de reorganizar as forças políticas que querem que a CPI não produza resultados concretos nem tenha consequências políticas, já que não foi possível ao governo até agora fazer com que a oposição sofra perdas seletivamente.

O raciocínio de Merval, o Imortal, é que, se a CPMI adiou para terça-feira a possível convocação de governadores, significa que Sergio Cabral e Agnelo Queiroz não serão convocados a depor, mas apenas o governador de Goiás, Marconi Perillo. E que isso seria sinal de pizza.

Que Cabral e Queiroz não tenham sido citados nas gravações da PF nas Operações Vegas e Monte Carlo e o governador tucano Perillo esteja envolvido até o pescoço, nada disso importa para o Imortal, que tem uma visão - digamos assim - toda particular dos acontecimentos, semelhante à de sua colega Lucia Hippolito que sugeriu a Kadafi: 'Vá pro alto de um prédio, se atire lá de cima e não chateia, ou vai pro meio da praça e ateia fogo às vestes'.

Se ele acha que a CPMI vai mal é porque ela está no caminho certo.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...