sábado, 6 de abril de 2013

Moradores do Jacarezinho acusam policiais da UPP de atirarem para matar na favela ocupada


Nas comunidades ocupadas pelas UPPs, muda a percepção dos moradores a respeito da violência anterior, sob comando dos traficantes, mas a violência policial continua a mesma.

É um erro crasso do projeto das UPPs pensar que a Polícia Militar, adestrada para o confronto, possa ser utilizada como pacificadora ou mediadora de conflitos.  É polícia criada para dar tiro e porrada.

O que prova que objetivo das ocupações não é a pacificação, mas a ocupação territorial pela polícia, pelos órgãos arrecadadores (impostos, taxas de água, luz, lixo) e empresas de serviço, como as operadoras de TV a cabo.

O jovem morto, mostrado no vídeo, é apenas mais um "efeito colateral indesejado"  (como nas bulas de remédios) dessa política de ocupação.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...