segunda-feira, 8 de abril de 2013

Veterano do Iraque sobre civis mortos por helicóptero Apache dos EUA: 'Nunca vou superar isso'




A cena ficou famosa, escandalizou o mundo e nos abriu os olhos para o WikiLeaks, que nos revelou as imagens secretas de um helicóptero Apache dos EUA abrindo fogo contra civis no Iraque.

Parecia um videogame, mas as imagens eram reais, demasiadamente reais, como conta o veterano da guerra do Iraque Ethan McCord. Ele estava em terra, no batalhão 216 e todos se deslocaram para o local dos assassinatos.

“Um dos homens estava decapitado, a parte superior de sua cabeça estava completamente aberta e seu cérebro estava espalhado pelo chão, e o cheiro... esse cheiro ainda me persegue a cada dia. Não sei como descrevê-lo", disse McCord.

As seqüelas são inumeráveis. McCord começou a beber e tentou acabar com sua vida em várias ocasiões. E o seu não é um caso isolado. De fato, oito de seus colegas se mataram depois da guerra e, igual a ele, dezenas de milhares de veteranos estadounidenses padecem de transtorno por estresse postraumático.

"Sei que nunca jamais melhorarei", lamentou. "Nunca vou superar isso" [Fonte].
Os mortos e seus familiares que restaram também não. Nem o Iraque, país totalmente destruído, com a sociedade fragmentada, em frangalhos, após a invasão das "Forças do Bem", que foram buscar as armas químicas que não haviam, nunca existiram, foram apenas um pretexto para a invasão e a guerra pelo petróleo.


Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Anônimo8.4.13

    Oh, que peninha.
    O mundo já recebe a 3ª onda de veteranos de guerra americanos arrependidos.
    Até hoje o Vietnan e a Coréia do Norte (esse até exagera) denunciam as torturas e execuções de inocentes.
    Nas Filipinas, em grande parte do país, americanos não podem andar desacompanhados de policiais, de tão queridos que eles são.
    Ninguém lembra do desertor, o cara consciente que pulou fora da festa antes de se sujar.
    Sim, festa, farra.
    A mortalidade de soldados é baixíssima nessas guerras assimétricas, geralmente 100 nativos para um americano.
    E todos esses militares recebem auxílio, a maioria está prematuramente aposentado.
    Mancham suas consciências, mas pagam em dia suas TVs a cabo.
    Honremos pois o desertor americano, esse pelo menos dorme tranquilo.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...