sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Problema de Roberto Carlos com biografias não está na perna, mas no rabo, mora? São 'Traumas' do 'Careta'





O acidente que lhe teria decepado parte da perna não é a causa da proibição por Roberto Carlos de qualquer um que queira fazer sua biografia. Esse é o segredo mais conhecido do Brasil. O problema de Roberto Carlos é outro: as inúmeras acusações de plágio na Justiça.

Uma delas recebeu decisão definitiva, sem possibilidade de apelação: foi impetrada pelo compositor Sebastião Braga, que provou na Justiça que a composição O Careta, assinada pela dupla Roberto-Erasmo era plágio de uma canção de sua autoria.

Sebastião Braga não é o único. Uma consulta ao Google juntando Roberto Carlos e plágio apresenta mais de 100 mil resultados. Há o caso da professora de ensino municipal Erli Cabral Ribeiro Antunes, que afirma que a canção de Roberto Carlos "Traumas" é plágio da sua “Aquele amor tão grande”. Ela contratou o advogado Nehemias Gueiros para defendê-la e afirma que Traumas copiou 16 compassos e 64 notas de sua composição.

Numa entrevista, o advogado deu detalhes da estratégia de defesa de Roberto Carlos [grifo meu]:

Nehemias Gueiros Jr: Se considerarmos que o primeiro processo de plágio contra Roberto Carlos levou 11 anos para ser concluído podemos contar com um tempo razoável de andamento da ação. Entretanto, já fomos procurados pelos advogados do Rei, que ofereceram um acordo de apenas R$ 150.000,00 para a desistência da ação, imediatamente rejeitada por minha cliente. Devemos estar citando Roberto e Erasmo nos próximos 30 dias. [Fonte]
Sebastião Braga também falou desse tipo de negociação de Roberto Carlos, numa reportagem da IstoÉ:

“Ele [Roberto Carlos] colocava a mão no peito, dizia que era cristão e não havia plagiado minha música”, conta Sebastião. Roberto, segundo o advogado e compositor, chegou a sugerir uma indenização num valor bem menor, de R$ 300 mil. “Esta proposta foi absurda. Só a multa do processo foi calculada em R$ 380 mil”, diz ele.

Para seu azar, Sebastião Braga parece ter ficado muito empolgado com a vitória na Justiça, que poderia lhe render algo em torno de R$ 5 milhões. Disse que pretendia lançar um livro contando tudo o que ficou sabendo sobre plágios de Roberto Carlos durante seu processo e, numa entrevista, deu até o título do futuro livro: “O rei do plágio: detalhes e emoções da queda de um mito”.

Roberto Carlos entrou com ação contra ele. E ganhou. No frigir dos ovos, uma ação contra outra, Roberto Carlos pagou apenas R$ 200 mil a Braga pelo plágio. Mas, na real confissão e aceitação do plágio cometido, retirou a música "O careta" de seus discos e ela não é citada nem em sua página.

Sebastião Braga morreu quatro meses após esse acordo.

Para aguçar a curiosidade de você que me lê, publico o vídeo a  seguir. Dê uma conferida, a partir dos 38" e pense se a música lhe faz lembrar alguma outra... coincidentemente de Roberto Carlos.





Madame Flaubert, de Antonio Mello

Comente com o Facebook:

17 comentários:

  1. Você meu amigo de fé e irmão camarada é boda e cruel.
    abs

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante este post, sr. Mello. Mostrou-me uma faceta desta polemica que eu não tinha sequer pensado. Parabens

    vicente caliman sp

    ResponderExcluir
  3. Certa vez um professor meu levantou a possibilidade de ter outro compositor por trás de Roberto Carlos. A suspeita vinha de sua pouca eloquência e fluência verbal ao dar as raras entrevistas. Por fim, como alguém q não sabe falar é capaz de compor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo6.1.15

      Penso que existem vários compositores, pois os estilos musicais, letra e melodia não têm assinatura alguma!

      Excluir
  4. Como eu nunca gostei desse artista, feito "rei" pela ditadura e nunca comprei nenhum disco seu, nenhuma decepção

    ResponderExcluir
  5. Veja a semelhança com a musica de Raul:
    Quando ficamos algum tempo olhando para o céu damos conta de nossa pequenez e "similaridades ..(rs ).

    http://www.youtube.com/watch?v=II1HjAeo7k4

    e The Byrds:

    http://www.youtube.com/watch?v=4BfRAyzcB1c

    Será coincidência?

    ResponderExcluir
  6. Sempre achei ele muito chato e pobre nas suas músicas,quando vi uma melhor,descobri q era plágio da letra do poema da Cecília Meireles,rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo4.11.13

      Vc não tá confundindo o Rc com o Fagner não? mas o Fagner sempre disse que a letra de Canteiros era baseada num poema da Cecília

      Excluir
    2. Gosto não se discute, apenas se lamenta ...

      "O BRASIL PARA TODOS não passa na REDE GLOBO de SONEGAÇÃO & GOLPES - O que passa na REDE GLOBO de SONEGAÇÃO & GOLPES é um braZil-Zil-Zil para TOLOS"

      Excluir
  7. Pois então muita gente está se decepcionando com o"cara", achando que ele era o "cara". É um dia a "mascara" cai.

    ResponderExcluir
  8. Com todo respeito às opiniões contrárias, mas devemos considerar algumas coisas.
    As melodias do Roberto são tão simples e singelas que sempre foram alvos de críticas por músicos tidos como mais "eruditos".
    Suas canções são quase simplórias, do ponto de vista melódico e harmônico.
    Talvez isto seja um dos motivos pelos quais suas canções fizeram tanto sucesso.
    Mas, sendo assim, ele corre riscos de incorrer em lugares comuns, como é o risco de todo aquele que faz coisas simples e instintivas.
    Se repararmos na melodia dessa musica que fala do "amigo de fé", os primeiros 5 compassos, qualquer criança que fizesse 6 meses de aula de piano ou flauta, teria condições de "criar", já que são apenas 3 notas. A sequência dos demais compassos, advêm daquilo que se chama, na linguagem musical, de "padrões melódicos". Quase todo musico utiliza.
    Pequenas frases melódicas que seguem uma sequência hierárquica para assim haver um desenvolvimento sonoro padronizado e lógico.
    Se a gente verificar que a melodia da frase "amigo de tantos caminhos de tantas jornadas" é apenas a decorrência lógica da aplicação de um padrão melódico estabelecido a partir da melodia da primeira frase (você meu amigo de fé...), não fica difícil supor que esta melodia pode ter sido "criada" por inúmeros compositores ao longo da vida... pode não ter sido gravada ou publicada, mas com certeza esta sequencia de três notas já foi tocada por clarinetistas, pianistas, trompetistas e inúmeros outros músicos, sem qualquer intenção de plagiar nada.
    Não sou defensor do Roberto carlos e nem sou fã dele. Mas acho que fazer sensacionalismo dizendo que "TODA A CARREIRA" do cara foi feita em cima de composições alheias é, no mínimo, falta de inteligência.
    Como disse, respeito as opiniões contrárias, mas peço que respeitem a minha também.
    Att

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo sou músico profissional, compositor e concordo em gênero, número e grau. E além do mais a genialidade de Roberto e Erasmo está na letra das canções que para mim são as mais lindas!

      Excluir
  9. Neli Faria3.11.13

    E que tudo mais VÁ PARA O INFERNO...Nunca gostei desse cara, capacho da ditadura.

    ResponderExcluir
  10. Concordo com o Jauro ele tem conhecimento de causa para falar e isso faz toda a diferença na hora de "julgar", se compararmos o plágio com outras coisas que acontece no BRASIL não será de todo tão ruim... Se eu tivesse que escolher entre o plágio e a pirataria não escolheria nenhum dos dois, se bem que a pirataria é bem pior. Se tivesse que escolher entre o plágio e as músicas e cantores de péssima qualidade desse nosso Brasil afora... Não escolheria nenhum, se bem que existe cada música e cantor, e o pior é que se diz cantor, é melhor não comentar que não vem ao caso. Ta bem o Roberto errou! Não sou fã dele mais curto algumas músicas, se é plágio então que ele pague por isso e me deixe escutar a música em sua melodia simples e tocante.

    ResponderExcluir
  11. Anônimo4.11.13

    Escrevam a merdografia do RC num rolo de papel giênico !!!!!!

    ResponderExcluir
  12. Anônimo9.11.13

    Com o desdobramento de três notas se chega a muitíssimos lugares e não a um só, do começo ao fim, como neste plágio. Além do mais o cara é um cafona.

    ResponderExcluir
  13. Anônimo3.7.16

    Acho RC medíocre como cantor e pessoa, monótono e não acredito que ele tenha talento para compor. Nunca comprei CD's de RC e nem assistí a nenhum show dele. Não sei como ele faz sucesso, não consigo entender, parece que fizeram uma lavagem cerebral nas pessoas.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...