domingo, 1 de dezembro de 2013

CartaCapital põe Lula e FHC na capa num ringue de boxe, mas regras não permitem luta entre categorias diferentes






Capa da CartaCapital desta semana é mais um dos equívocos da revista. Ela coloca num ringue de boxe, como se lutassem, os ex-presidentes Lula e FHC.

É coisa de quem não entende de boxe ou de política. Ou dos dois. Como Mino Carta conhece ambos os assuntos, ou ele não foi consultado ou, quando o foi, estava confabulando com seus botões...

No boxe, lutadores são divididos por categorias de peso para que não haja disparidade de forças e um homem de 100 kg troque luvas com outro de 50.

E este é o caso dos dois contendores na capa da revista. Em termos de imagem de estadista, de reconhecimento nacional e internacional, a diferença entre os dois é gigantesca.

Lula é uma figura de destaque, amada e louvada, aqui e no exterior. Enquanto FHC... quem fala dele, além da mídia golpista daqui?

Outro parâmetro para julgarmos o peso dos competidores é a eleição presidencial do ano que vem. Aqui e ali é veiculado que, caso Dilma não vá bem (o que não acontece), Lula poderá vir a ser o candidato.

Quem cometeria a asneira de colocar FHC como candidato do PSDB, partido que não vai bem das pernas e se aproxima da extinção como o DEM? Nem os tucanos o querem. E isso não é de agora: o escondem há 11 anos, desde que saiu imensamente reprovado da presidência da República.

Bola fora da Carta que dá sobrevida ao homem que, segundo afirmam, chutou a porta e agrediu a repórter (ou vice-versa), quando essa o informou da gravidez de um filho que seria dele; depois foi refém da Globo para esconder essa paternidade; e depois, para coroar, descobriu-se corno de si mesmo, pois não era o pai da criança.

Todas as recentes pesquisas apontam que Lula seria eleito presidente no ano que vem contra quaisquer candidatos.

Já FHC, nem é colocado como alternativa nas pesquisas, tal a irrelevância de seu nome.

Lula e FHC só estão no mesmo patamar nas fotos enfileiradas de ex-presidentes da República e agora na capa da CartaCapital.

Por último, uma crítica ao artista gráfico: luvas azuis para Lula e vermelhas para FHC, o que foi que você bebeu, meu filho?



Madame Flaubert, de Antonio Mello

Comente com o Facebook:

5 comentários:

  1. Anônimo2.12.13

    Grande Mello!
    Só uma ressalva: a pergunta ao final resume tudo e deve ser estendida a todos os responsáveis pela "matéria"!

    ResponderExcluir
  2. IVAN MONTE2.12.13

    Se fosse num jogo de futebol, Lula seria penalizado com falta. FORÇA DESPROPORCIONAL...

    ResponderExcluir
  3. Bravo!!! Uma direta no fígado da CC

    ResponderExcluir
  4. Anônimo14.12.13

    a luta real seria desigual.
    afinal fegacê tem.....chifres !
    emerson57

    ResponderExcluir
  5. Muito bom o blog gostei muito !

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...