terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Dono da Bandeirantes manda o Grupo atacar prefeito de São Paulo, e fica por isso mesmo?





Numa coletiva com blogueiros ontem, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, soltou uma bomba, que ainda não provocou o estrago que pode causar.


Desconfiado do ataque diário e implacável que sofre do Grupo Bandeirantes, o prefeito Haddad, resolveu ligar para o dono do Grupo, Johnny Saad, para entender o que estava acontecendo:

- Dei instruções a todos os veículos de minha propriedade para atacar você de forma sistemática, desde que você aumentou o IPTU - respondeu Saad . [Fonte]

Como é que é? O sujeito usa de concessões públicas (rádios e TVs do Grupo) para atacar um prefeito legitimamente eleito, numa afronta à Constituição, e fica por isso mesmo?

Não sei o que é mais absurdo, a descarada confissão do Saad, ou o prefeito ter ouvido a afronta sem tomar a atitude devida: iniciar um processo pedindo a cassação das concessões.

Prefeito Haddad, não precisa ser macho nem esperar a Lei de Meios. Seja fêmea como Cristina Kirchner, use a Constituição, e pau na Band!


Madame Flaubert, de Antonio Mello

Comente com o Facebook:

7 comentários:

  1. Se o prefeito de São Paulo não entrar com os dois pés no peito da televisão Bandeirantes depois dessa. A aí eu vi que os cara do PT são covardes mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Não sei o que causa a maior indignação: a ação golpista da mídia e do STF - ambos representantes da oligarquia financeira -, ou a omissão e covardia do PT e suas lideranças. Não se pode esquecer que:

    a) foi o governo Lula quem salvou a Globo da falência, e ainda por cima transferiu para este grupo nada menos que R$ 6 bilhões em publicidade - dinheiro que daria para construir uma imprensa livre, democrática, contratando um batalhão de bons e honestos jornalistas;

    b) foram os governos do PT que indicaram Joaquim Barbosa e Fux para ministros do STF, hoje os maiores carrascos do partido, indicação sem qualquer critério sério, ideológico - sim, era preciso indicar ministros comprometidos com as lutas sociais, e não pautados pela rede globo, como os que lá estão (com as devidas exceções);

    c) até o momento nenhuma providência foi tomada pelos governos federais do PT para acabar com o maior mal que ataca o país, que é o monopólio da mídia nas mãos de poucas - e golpistas - famílias. Enquanto não destruirmos este monopólio - que é uma concessão pública e que trabalha 24 horas por dia contra os interesses da maioria da população brasileira -, não haverá democracia, nem república verdadeira.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo22.12.13

    [AINDA SOBRE MÁFIAS!]

    DENÚNCIAS GRAVÍSSIMAS

    Mesmo acuado por busca e apreensão, advogado denuncia que morte de modelo tem ligação com mensalão tucano em Minas Advogado acusa réu do mensalão tucano de ser mandante da morte de modelo Por Lúcia Rodrigues, em Belo Horizonte* Um homem acuado e com medo de morrer. É assim que o advogado Dino Miraglia se define. Até 21 de agosto ele advogava para Nilton Monteiro, o delator do mensalão tucano, que está preso no complexo penitenciário de segurança máxima Nelson Hungria, em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte, acusado de ser falsário. Nilton tinha intimidade com o ninho tucano em Minas Gerais. Participou de esquemas. Para figurões do PSDB, trata-se de um chantagista que decidiu ganhar dinheiro com informação, o que ele contesta. [Leia aqui a entrevista exclusiva de Nilton Monteiro ao Viomundo] O advogado Miraglia deixou a defesa de Nilton Monteiro após ter a residência invadida por um grupo de dez delegados da Polícia Civil de Minas Gerais que buscavam, segundo ele, um documento falso. O episódio lhe custou um casamento de décadas, 26 anos de união e seis, de namoro. Assustadas com a operação policial, que envolveu até helicóptero, mulher e filha resolveram se afastar dele. (...)

    TEXTO E ÁUDIO DA ENTREVISTA com o advogado Dino Miraglia em http://www.viomundo.com.br/denuncias/advogado-contesta-versao-oficial-e-diz-que-morte-de-modelo-tem-ligacao-com-mensalao-tucano-em-minas.html

    NOTA: *A viagem da repórter a Minas Gerais, para fazer um balanço do mensalão tucano, foi financiada pelos leitores que contribuem com o Viomundo. publicado em 22 de dezembro de 2013 às 0:01

    ResponderExcluir
  4. Esse episódio poderia ser um ponto de partida para retomar o debate da regulação da mídia.

    ResponderExcluir
  5. Não acredito mais em PT, Lula, Dilma, decepção total... Nunca pensei que fossem tão covardes e capazes de vender nossos sonhos ao sistema, à governabilidade... hehehe... Fazer o que né? Não temos opções mais a esquerda, nem teremos...

    ResponderExcluir
  6. leonardo-pe4.1.14

    fica por isso mesmo. sem falar Euler que foi o Governo Lula que incentivou a compra de carros pela população. hoje ninguem mais anda nas grandes cidades sem perder 1:30 no minimo! ao invés de junto com os governos e prefeituras investirem em transporte público,preferiram endeusar o individualismo!.mas,mesmo com esses erros,Dilma ganha no 1° turno!

    ResponderExcluir
  7. Mas que absurdo!! usam CONCESSÃO PÚBLICA como se fosse propriedade deles!! Infelizmente há 3 dias das eleições, fica difícil tomar qualquer atitude. Agora é cravar 13 e torcer pelo segundo turno com Haddad.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...