sexta-feira, 5 de junho de 2015

NÃO SE ILUDAM COM MINISTRA ROSA WEBER QUANTO A CUNHA. ELA JOGA COM MORO


Tem muita gente de memória curta empolgada com o aparente chamamento que a ministra do STF Rosa Weber deu ao presidente da Câmara Eduardo Cunha para que ele explique em 48 horas a dupla votação do financiamento de campanha.

Não se iludam. Quando do julgamento do chamado mensalão, a ministra solicitou auxílio ao hoje famoso juiz Moro.

Mais. É dela a mais descarada defesa da condenação de José Dirceu.

Segundo Rosa Weber, em sua sentença, “é certo que não há provas contra José Dirceu, mas a literatura jurídica me autoriza a condená-lo mesmo assim”.

Achar que ela vai pressionar Cunha é mais uma questão de desejo, que não encontra respaldo na realidade.

Assim como só Dilma derruba Dilma, só Cunha derruba Cunha.

E ambos estão fazendo por onde...

Mas não contem com Rosa Weber. Ela joga no time adversário.

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Mas a esperança é a última que morre...

    ResponderExcluir
  2. Anônimo7.6.15

    … Falando em fracassos dos fascigolpistas e terroristas

    ############################

    DEZ ANOS DEPOIS, UM LIVRO QUE DESNUDA O ‘MENSALÃO’

    'O verdadeiro processo do mensalão' destrincha o escândalo que faz dez anos

    (…)
    Este é um processo [o da Ação Penal 470] que continua, que se desdobra em outros escândalos e se vincula a um processo novo nas democracias, o de criminalizar as forças políticas indesejadas, ao invés de removê-las por atos de força, como no passado, no tempo dos golpes de estado à base de tanques. Na base de sua construção está a violação do princípio da presunção da inocência, que dá lugar à condenação prévia, ao convencimento da opinião pública antes da manifestação dos juízes.
    (…)
    Não só para o partido mas para todos que têm compromisso com a verdade e enxergam a sofisticada cultura da criminalização política que vivemos, são importantes os esforços de João Francisco Haas para contrapor-se à narrativa predominante. Ainda que apenas no futuro elas venham a fazer sentido.
    (…)

    FONTE [LÍMPIDA!]: http://terezacruvinel.com/2015…

    O LIVRO ‘O VERDADEIRO PROCESSO DO MENSALÃO’

    Obra do advogado João Francisco Haas “revisita em minúcias todo o processo e expõe as verdades, inverdades e meias-verdades distorcidas que proporcionaram ao país ‘o maior escândalo de todos os tempos'”, descreve Tereza Cruvinel, em seu blog no 247; segundo ela, ‘O verdadeiro processo do mensalão’ “dedica maior esforço a desconstruir, com bases em documentos, o pilar central da acusação de Joaquim Barbosa, o de que foram desviados R$ 78,3 milhões do Banco do Brasil para uma agência de Marcos Valério, a DNA, para financiar o pagamento de mensalões a deputados”; a tese foi resumida aos ministros do STF por Barbosa, relator do caso, “como sendo apenas uma grosseira transferência de recursos públicos sem contrapartida para financiar a corrupção de deputados”; jornalista volta a dizer, dez anos depois da denúncia, que o mensalão “fez mal, muito mal” ao País

    7 DE JUNHO DE 2015 ÀS 14:05

    (…)

    FONTE: http://www.brasil247.com/pt/24…

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ENFRENTANDO O GOLPE 

A mídia corporativa e o governo golpista querem sufocar os blogs e sites de oposição ao golpe. Precisamos do seu apoio, da sua assinatura, e também do seu engajamento, nos ajudando a divulgar nossos blogs e sites de oposição ao golpe nas redes, republicando nossas postagens, distribuindo conteúdo para amplificar o alcance de nossas críticas.

Assinar é muito fácil, é só clicar numa das imagens, Doar ou Assinar. Todos os cartões de crédito são aceitos



Se preferir, você pode fazer sua doação diretamente na conta do Blog:

Banco Bradesco
Pipa Produções Artísticas Ltda
CNPJ: 10585813/0001-44
Agência 0213
Conta 8035-7
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
O Blog do Mello, enquanto não consegue se sustentar apenas com assinantes, precisa de anunciantes, e você utiliza um bloqueador de anúncios.
Por favor, desative o bloqueador para o Blog do Mello. Obrigado.