segunda-feira, 5 de outubro de 2015

PRESIDENTE DO BC AMERICANO LAMENTA QUE MAIS EXECUTIVOS CAUSADORES DA CRISE DE 2008 NÃO TENHAM SIDO PRESOS



Ben Bernanke


Ben Bernanke é presidente do FED, o banco central dos EUA desde 2006. Considerado um dos homens mais importantes do mundo, ele está lançando um livro, The Courage to Act. Para divulgá-lo, deu uma entrevista ao USA Today, publicada ontem, domingo.

São 600 páginas onde ele conta como foi estar à frente do FED diante da maior crise financeira das últimas décadas e que arrastou o mundo a uma crise que se prolonga até hoje.

Bernanke diz que as medidas tomadas por ele e pelo governo dos EUA foram corretas. Injetaram bilhões em bancos que quebraram (fraudulentamente, digo eu) e puniram as empresas com multas pesadas.

Mas Bernanke lamenta que as penalidades tenham caído apenas sobre as empresas. Questionado se ele esperava poder punir com prisão alguns dos executivos e sócios dessas empresas, ele disse que sim.

"Preferia que tivéssemos investigado mais as ações dos indivíduos, porque é óbvio que tudo o que foi feito de forma ilegal não o foi por uma entidade abstrata".

Só não explicou o porquê de isso não ter sido feito.

Bernanke reconheceu que não foi capaz de antecipar a crise ou seu tamanho. Também admite erros de comunicação que cometeram.  

"Nós nos concentramos tanto na estabilidade do sistema, que não tivemos tempo ou energia para explicar ao público que o que estávamos fazendo era essencial para a economia. Ainda hoje há pessoas que não entendem" .

Fica mesmo difícil às pessoas entenderem como estão soltos e muitas vezes mais milionários do que eram na época do estouro da crise em 2008 os que apenas em palavras o ainda presidente do FED considera como os verdadeiros responsáveis pela crise, que aconteceu diante de seu nariz e ele não pôde (não quis?) enxergar.

A entrevista original está aqui, em inglês.


 

Clique aqui e receba gratuitamente o Blog do Mello em seu e-mail
imagem RSSimagem e-mail

Meu perfil no Facebook: Antonio Mello


Madame Flaubert, de Antonio Mello

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...