quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Pedro Paulo (II). Além da agressão à ex-mulher, candidato de Eduardo Paes já foi réu por homicídio culposo



Pedro Paulo, Eduardo Paes e Sergio Cabral


Pelo visto, o secretário municipal do Rio Pedro Paulo Carvalho tem uma vida atribulada. Acusado pela ex-mulher de agredi-la a socos e pontapés em 2010, em processo estranhamente parado há cinco anos, surge a informação de que ele também foi réu por homicídio culposo.

Secretário municipal de Coordenação de Governo, Pedro Paulo Carvalho Teixeira foi réu, entre 1998 e 2001, em processo de homicídio culposo — quando não há a intenção de matar — por ter, em 1995, atropelado um homem na Barra. A vítima, Edmar Braga de Souza, morreu dias depois de ser internada.

Em 2011, a juíza Rute Viana Lins, da 34ª Vara Criminal, extinguiu a punibilidade do réu com base na Lei 9.099, de 1995.

Nos crimes com pena mínima igual ou inferior a um ano, a lei permite que o Ministério Público proponha a suspensão do processo — o arquivamento é determinado posteriormente pelo juiz, como ocorreu no caso de Pedro Paulo. 

Pré-candidato do PMDB à prefeitura, Pedro Paulo diz que o episódio ocorreu num sábado à tarde, quando dirigia na Avenida das Américas. Segundo ele, a vítima estava embriagada e não foi possível evitar o atropelamento. O político, que tinha 22 anos na época, ressalta ter sido absolvido. [Fonte: O Dia]



Clique aqui e receba gratuitamente o Blog do Mello em seu e-mail
imagem RSSimagem e-mail

Meu perfil no Facebook: Antonio Mello


Madame Flaubert, de Antonio Mello

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...