quarta-feira, 20 de abril de 2016

Impeachment amaldiçoado? Em menos de 24 horas, um preso e um condenado na conta do 'sim' contra Dilma





Embora a maioria dos deputados que votaram no domingo pelo impeachment da presidenta Dilma tenha invocado o nome de Deus, talvez pelo histórico pecador de grande parte deles parece que algo de ruim está acontecendo aos defensores do "sim".

Na manhã de segunda, bem cedinho, a Polícia Federal prendeu o marido da deputada Raquel Muniz, o prefeito de Montes Claros Ruy Adriano Borges Muniz, a quem ela dedicara seu voto eufórico ("sim, sim, sim, sim!"), além de Deus. O prefeito é acusado de "crimes de falsidade ideológica majorada, dispensa indevida de licitação pública, estelionato majorado, prevaricação e peculato".

Na mesma segunda-feira, antes de completar 24 horas do término da votação, o TSE condenou o relator do processo, deputado Jovair Arantes (PTB-GO.

Relator do processo de impeachment da Câmara, o deputado Jovair Arantes (PTB-GO) foi condenado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Goiás a pagar multa de R$ 25 mil por utilizar um servidor comissionado da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em sua campanha eleitoral, em 2014. [Fonte]

Que coisa.

Yo no creo en brujas, pero que las hay, las hay ...


Clique aqui e receba gratuitamente o Blog do Mello em seu e-mail
imagem RSSimagem e-mail

Meu perfil no Facebook: Antonio Mello


Madame Flaubert, de Antonio Mello

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...