terça-feira, 24 de maio de 2016

Gilmar Mendes agora livra a cara de Jucá, num pré-julgamento: 'É apenas conversa entre pessoas que estão fazendo análise do cenário'





O ministro do STF Gilmar Mendes, que agora acumula também a presidência do TSE, como sempre, fala antes dos julgamentos, quer para condenar (quando petistas) ou absolver (tucanos e aliados) antecipadamente.

Nesta terça o ministro falastrão inocentou o ex-ministro Romero Jucá do vazamento publicado pela Folha na segunda, em que Jucá comentava com o empresário Sérgio Machado uma forma de parar a Lava Jato. Gilmar não viu nada de mais na conversa. Um papo informal, entre amigos...

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes disse nesta terça-feira (24) que não entendeu a conversa entre o ex-ministro Romero Jucá e o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado como uma tentativa de interferir na Operação Lava Jato. "Não vi isso. É uma conversa entre pessoas que têm alguma convivência e estão fazendo análise do cenário numa posição não muito confortável", afirmou. [Fonte]

O caso deve cair nas mãos dele, porque Gilmar vai acumular também mais um cargo. A partir do dia 31 deste mês, semana que vem, ele vai assumir o comando da Segunda Turma do STF, exatamente aquela que avalia os recursos da Lava Jato.

Portanto, Jucá pode dormir tranquilo, porque se deu bem.

Já petistas que se preparem: vão estar cercados por Gilmar Mendes por todos os lados. Quando não for no Comando ou na presidência, quer da Segunda Turma ou do TSE, Gilmar é sempre o "sorteado" para condenar petistas e livrar a cara de tucanos e aliados no STF.

É lenha.

Clique aqui e receba gratuitamente o Blog do Mello em seu e-mail
imagem RSSimagem e-mail

Meu perfil no Facebook: Antonio Mello


Madame Flaubert, de Antonio Mello

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...