quarta-feira, 25 de maio de 2016

Paul McCartney diz que ficou deprimido com fim dos Beatles (eu também). E revela o motivo da separação: grana






"O lance dos negócios nos separou"

Paul McCartney contou à BBC que ficou deprimido e pensou em desistir da música depois do fim dos Beatles. Em uma entrevista à Radio 4 da BBC, o ex-beatle afirmou que ficou perdido com o fim da banda em 1970. 

"Foi difícil descobrir o que fazer depois dos Beatles. Como você continua depois disso?", disse McCartney à BBC. "Eu fiquei deprimido. Você ficaria. Você está se separando de seus amigos de uma vida inteira. Então eu comecei a beber." 

Os Beatles se separaram oficialmente em 1970 com o lançamento do álbum Let It Be. Mas a banda começou a ter problemas um ano antes quando escolheu Allen Klein como empresário, contra a vontade de McCartney. 

Apesar de Klein ter ajudado a reestruturar o selo da banda, a Apple, que passava por problemas financeiros, ele também pegou uma grande fatia dos lucros e deu a sua própria empresa os direitos de lançamento dos discos dos Beatles nos Estados Unidos. 

Para conseguir se livrar da influência de Klein, McCartney processou os outros três beatles e os problemas legais entre ele e o resto da banda determinaram não apenas o fim da banda mas também um rompimento na relação com John Lennon.

"O lance dos negócios nos separou", disse McCartney, acrescentando que as "reuniões pesadas" o deixaram frustrado.
Fonte: BBC, onde você pode ler a reportagem completa.

Neste endereço você pode assistir a alguns trechos da entrevista (como este publicado aqui no blog), que só será liberada na íntegra (são 46 minutos) no dia 23 de junho, neste mesmo endereço.


Clique aqui e receba gratuitamente o Blog do Mello em seu e-mail
imagem RSSimagem e-mail

Meu perfil no Facebook: Antonio Mello


Madame Flaubert, de Antonio Mello

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...