terça-feira, 28 de junho de 2016

Conselho de Ética da Câmara instaura processo que pode levar à cassação do mandato de Bolsonaro por apologia à tortura



Na manhã desta terça-feira, o Conselho de Ética da Câmara dos Deputados instaurou processo contra o deputado Jair Bolsonaro por apologia ao crime de tortura.

No dia da votação do impeachment na Câmara, Bolsonaro fez um elogio ao torturador condenado Brilhante Ustra e isso pode lhe custar a perda do mandato.

O presidente do Conselho de Ética, deputado José Carlos Araújo (PR-BA), instaurou processo contra o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ). No prazo de duas sessões, Araújo disse que anunciará o nome do relator do caso a partir de uma lista tríplice que inclui os nomes de Zé Geraldo (PT-PA), Valmir Prascideli (PT-SP) e Wellington Roberto (PR-PB). O parlamentar é acusado, de acordo com uma representação do Partido Verde, de apologia ao crime de tortura. [Fonte: Agência Brasil]

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...