terça-feira, 7 de junho de 2016

Depois de peitar Gilmar Mendes, Janot pede prisão de Cunha, Renan, Jucá e tornozeleira pra Sarney. Mas, tá faltando um




O PGR Janot parece estar aproveitando que o país está acéfalo, com o afastamento temporário da presidenta Dilma, para tomar atitudes audaciosas.

Outro dia, como postei aqui (Janot peita Gilmar Mendes e manda de volta ao STF processo que pede investigação de Aécio Neves), peitou o ministro Gilmar Mendes, que afinou e acabou concordando com o PGR e ordenando a ampliação das investigações sobre Aécio Neves no caso de Furnas.

Agora, Janot resolveu simplesmente chutar o pau da barraca peemedebista e pediu ao STF a prisão do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, do presidente do Senado Renan Calheiros, do senador e ex-ministro do golpista Temer Romero Jucá e que sejam aplicadas tornozeleiras eletrônicas no ex-uma-porção-de-coisas José Sarney, face ao adiantado da idade...

O objetivo, segundo Janot, é impedir que os peemedebistas continuem tentando atrapalhar as investigações da Lava Jato, segundo delação do empresário Sérgio Machado.

Dá pra entender, pela alegação, o pedido de prisão dos três primeiros. Presos, como conspirariam? Mas, como isso se aplica à tornozeleira em Sarney? Vai ser aplicada na língua?...

Os pedidos, sempre segundo O Globo, estão há uma semana nas mãos do ministro Teori Zavascki. Pelos quase seis meses que ele demorou para afastar Cunha, suponho que antes das eleições de 2018 podemos ter uma decisão.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...