segunda-feira, 20 de junho de 2016

Papa Francisco pede pelos refugiados. Governo Temer-Cunha não quer saber deles




Hoje, 20 de junho, é o Dia Mundial do Refugiado. Enquanto o Papa Francisco deu declarações para que as pessoas os acolham, o governo Temer-Cunha vai na contramão: suspende negociação com Europa para receber refugiados sírios.

Mas, o que esperar de diferente de um governo corrupto, antipopular, fruto de um golpe de Estado?

No governo da presidenta Dilma, na gestão do ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão, o Brasil buscava obter recursos internacionais para alojar cerca de 100 mil pessoas que fugiram do conflito na Síria.

Essas negociações acabam de ser paralisadas pelo novo ministro da Justiça do governo golpista, Alexandre de Moraes. [Fonte: BBC]

Já o Papa Francisco, ontem, em pronunciamento feito da janela do Palácio Apostólico para os fiéis na Praça de São Pedro, defendeu a solidariedade e o acolhimento de todos:
"Os refugiados são pessoas como todos os outros, mas de quem a guerra levou casa, trabalho, parentes, amigos. Suas histórias e suas faces nos chamam para renovar o esforço e construir a paz na Justiça. Por isso queremos estar com eles; encontrá-los, acolhê-los e escutá-los para, juntos, construirmos a paz segundo a vontade de Deus". [Fonte: Agência Brasil]

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...