quarta-feira, 1 de junho de 2016

Por inocentar Lula , Lava Jato não aceita delação de sócio da OAS


O objetivo da operação Lava Jato é pegar o ex-presidente Lula. Todo mundo sabe disso. Menos, ao que parece, o empresário Léo Pinheiro, sócio da OAS.

Em sua delação premiada, ele negou que o ex-presidente tenha solicitado reformas no triplex do Guarujá. Disse que as reformas foram uma forma de a OAS agradar Lula. Confirmou ainda que o triplex não pertence nem nunca pertenceu ao ex-presidente. 

Léo Pinheiro afirmou também que as obras no Sítio de Atibaia nunca foram pedidas pelo ex-presidente Lula.

Isso deixou insatisfeitos os procuradores da Lava Jato. A partir daí, deixaram de lado o empresário e sua delação.

Agora, Léo Pinheiro vive um dilema: ele quer fazer rapidamente sua delação premiada, pois corre o risco de perder a fila para a Odebrecht.

Segundo os procuradores, a Lava Jato só vai ficar com uma delação. Ou OAS ou Odebrecht. Executivos de uma se safam e os da outra, dançam.

>>>Condenado em agosto do ano passado por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa, Pinheiro corre para fechar um acordo porque pode voltar para a prisão neste mês, quando o TRF (Tribunal Regional Federal) de Porto Alegre deve julgar o recurso de seus advogados. [Fonte: Folha] <<<

Fica mais ou menos assim: Se o empresário acusar Lula se safa. Se não, cadeia.

Que jiló!




Clique aqui e receba gratuitamente o Blog do Mello em seu e-mail
imagem RSSimagem e-mail

Meu perfil no Facebook: Antonio Mello


Madame Flaubert, de Antonio Mello

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...