quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Sobrevivente do acidente da Chapecoense diz que houve pânico a bordo e que só sobreviveu por seguir os protocolos





Erwin Tumiri, chefe técnico no voo, um dos seis sobreviventes do trágico acidente que matou 71 pessoas na noite de ontem na Colômbia, disse que as pessoas entraram em pânico quando perceberam problemas no avião.

Uma outra sobrevivente, a comissária Ximena Suárez, afirmou que as luzes do avião começaram a piscar e de repente se apagaram.

"Diante da situação, muitos se levantaram e começaram a gritar. Pus a maleta entre minhas pernas para formar a posição fetal que se recomenda em acidentes", disse Tumiri.


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...