segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Jucá acusa MP de estar por trás da denúncia da Odebrecht e contra-ataca: 'Vamos reabrir a discussão da lei do abuso de autoridade'



O senador e líder do governo Temer no Congresso Romero Jucá (PMDB-RR), em entrevista a O Globo, vê dedo do Ministério Público na delação do diretor da Odebrecht Cláudio Melo Filho. Para Jucá é tudo uma armação do MP com o intuito de criminalizar todas as doações eleitorais.

O senador, acusado de ter recebido R$ 22 milhões da empresa, nega que tenha recebido essa quantia. Diz que foi até mais, mas não para ele e sim para campanhas do partido, o PMDB. E pergunta:

- A Odebrecht também doou para eventos de juízes. O que queria em troca? Estava dando dinheiro para pagar sentenças? Se toda a relação que se tem com as pessoas há dinheiro envolvido, zera tudo.
Para Jucá, o que a delação conseguiu foi reacender um assunto que estava quase amortecido no Congresso, a lei do abuso de autoridade:
- Se vaza o que não está homologado e ainda se criminaliza antecipadamente as pessoas. Tem algo de maldade nisso que vai ter que ser enfrentado na legislação. Quem fez isso, está reabrindo a discussão que tínhamos amortecido no Senado, de votar a lei do abuso de autoridade. [Fonte: O Globo]


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...