quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Secretária da mulher de Cabral diz que ela recebia semanalmente visita de homem da mala, 'só que era mochila'



Adriana Ancelmo, no dia em que se entregou à PF


Quantias de R$ 200 mil a R$ 300 mil chegavam semanalmente, "às sextas-feiras", ao escritório de propriedade da advogada Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador Sergio Cabral, que se encontra presa, com o marido, mas em selas separadas no Complexo de Bangu 8.

Mas esse homem da mala usava uma mochila, disse em seu depoimento a ex-secretária de Adriana Ancelmo no escritório, onde trabalhou por 10 anos, de 2005 a 2015, Michelle Tomaz Pinto [que nome cheio de duplo sentido!...].

Michele também informou à Polícia federal que pagava contas de cartão de crédito de Adriana em dinheiro vivo, "faturas de até R$ 300 mil".
Michelle depôs no dia 22 de novembro e disse que "se sente em perigo ou possivelmente ameaçada em razão das informações prestadas". Ela afirmou "temer por sua segurança pessoal", mas abriu mão, "neste momento, de proteção policial". [Fonte: UOL]
A vida já esteve mais tranquila para o ex-governador e sua mulher...

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...