sábado, 15 de abril de 2017

Aécio e Cabral. Pode estar chegando a hora do reencontro dos velhos amigos. Agora em Bangu 8



Aécio é pentadelatado na lista da Odebrecht. As acusações não são apenas de uso de caixa 2 para suas campanhas e de pessoas de sua indicação. Há a de corrupção pura e simples, como na hidrelétrica de Jirau e na Cidade Administrativa, quando teria levado um percentual da obra, como seu "brother" Sérgio Cabral no Rio. Como já escrevi aqui:

Os dois são amigos desde adolescentes. Têm muito em comum e se referem como irmãos. Ambos são acusados de serem usuários de drogas. Agora parece que uma outra coisa os liga, a corrupção.

Entre dinheiro ao vivo, depositado em contas no exterior, joias, relógios, iates e mansões em condomínio de luxo, Sérgio Cabral é acusado de ter se apossado de mais de R$ 200 milhões. Isso até agora.
 
Já Aécio foi relatado por ter recebido R$ 60 milhões na obra da Cidade Administrativa em Minas. Depois mais R$ 9 milhões para campanha. E hoje há a denúncia de que teria recebido mais R$ 50 milhões da Odebrecht para uma usina em Rondônia. Sem falar na lista de Furnas e no Banco Rural. Em valores atualizados chega fácil, fácil aos R$ 200 milhões do "irmão" Sérgio Cabral.

Isso, volto a repetir, é por enquanto… Há aqui no Rio quem acredite que Cabral surrupiou R$ 1 bilhão em corrupção. O "brother" também?...

Cabral já está preso em Bangu 8 e sob tantas acusações que dificilmente sairá de lá tão cedo. É nesse desagradável point que ele aguarda o amigo.


Apoie o Blog do Mello. Saiba como


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...