domingo, 16 de abril de 2017

Caiu a casa de Serra. Até a serrista Folha se rende às fartas provas de corrupção do Vizinho Careca da Odebrecht



Delatores da Odebrecht que relataram propinas ao senador tucano José Serra não se restringiram às acusações, mas apresentaram provas abundantes: e-mails, números das contas e dos bancos em que a propina foi depositada (só numa tacada R$ 23 milhões) e mais, o motivo pelo qual a grana foi doada a Serra (o Vizinho, ou o Careca, ele era abundante até nas alCunhas - com duplo sentido,p.f.):

Os pagamentos aconteceram, ainda segundo o delator e os papéis apresentados, entre 2009 e 2010, em troca de o governo de São Paulo[à época governado por Serra:BdM] ter pago a uma das empresas do grupo Odebrecht R$ 191,6 milhões que haviam ficado pendentes de obra na rodovia Governador Carvalho Pinto.
O débito do Estado com a Odebrecht já vinha se arrastando na Justiça havia cerca de oito anos, ainda segundo o delator, e poderia ter continuado sub júdice, mas o governo paulista [leia-se José Serra: BdM] fez acordo com a empreiteira em troca dos repasses para o PSDB. [Folha]

Ou seja, o Vizinho, o Careca, o Serra teria levado quase 15% de comissão para liberar o dinheiro da Odebrecht que estaria retido. Guloso.

Apoie o Blog do Mello. Saiba como


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...