quarta-feira, 31 de maio de 2017

Grampos provam que prisão de Aécio é necessária para que ele não continue atrapalhando investigações



O ministro Marco Aurélio Mello, do STF, foi sorteado para relatar os processos de corrupção do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), candidato derrotado a presidente em 2014. Sua primeira decisão foi enviar para o Plenário do STF a decisão de prender ou não preventivamente o senador afastado.

Não sei por que tantos dedos, tantas firulas, tantas reverências, desde o primeiro relator, ministro Fachin (que mandou prender a irmã mas manteve solto o beneficiário e responsável por todo o esquema de corrupção) e agora o novo, ministro MAM, enviando para o Plenário uma decisão que ele poderia muito bem tomar sozinho.




Afinal, basta ouvir os grampos em que foi flagrado Aécio para ver que ele trabalha diuturnamente para atrapalhar as investigações não apenas contra ele mas as investigações da Operação Lava Jato em geral.

Prisão preventiva nele. Até para que tenha um julgamento justo e pague pelo que deve, e não a irmã dele, que já vai pra 10 dias presa, exatamente por esse motivo - para não atrapalhar as investigações.

O que faz Aécio quando orienta Perrella, quando conversa com Joesley sobre a necessidade de trocar policiais, comando da Polícia Federal etc?

Cadeia nele.


Com R$ 0,33/dia você apoia o Blog do Mello. Assine, contribua com a comunicação alternativa


Todos os cartões são aceitos. Você pode cancelar a assinatura a qualquer momento


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...