terça-feira, 23 de maio de 2017

Lembra? 'Fui do PSDB dez anos. Não sobra ninguém'. 'O primeiro a ser comido vai ser o Aécio'



Foi no ano passado, mas de lá pra cá já aconteceram tantas coisas - embora o noticiário da mídia corporativa seja apenas um, Lula - Lula e o triplex, Lula e o sítio em Atibaia. Nossa história é de abril do ano passado, mas os acontecimentos são de março daquele ano.

O empresário Sergio Machado foi do PSDB por 10 anos. Entrou no partido pelas mãos do senador Tasso Jerreissati e foi deputado federal e senador pela legenda. Tão esperto e escorregadio, que mal o PSDB saiu do poder ele conseguiu virar presidente da Transpetro, da Petrobras, de 2003 a 2015, durante os governos Lula e Dilma.

Quando viu que seria preso pela Lava Jato, gravou conversas com os senadores Renan, Jucá e com o ex-presidente Sarney. As duas frases que estão no título foram ditas por ele nas conversas com Renan e Jucá.

Durante os diálogos, gravados em março de 2016, todos se mostravam extremamente preocupados com a Operação, embora a mídia e a tropa do juiz Moro de Curitiba só tivessem olhos para Lula e o PT. Fica claro que a turma do PDSB e a do PMDB estavam preocupadíssimas. Hoje sabemos o porquê. E entendemos até por que Aécio seria o primeiro (tucano) a ser comido...

Nesse contexto de medo aconteceram as gravações:

Trecho da conversa entre Calheiros e Machado
MACHADO - E tá todo mundo sentindo um aperto nos ombros. Está todo mundo sentindo um aperto nos ombros.
RENAN - E tudo com medo.
MACHADO - Renan, não sobra ninguém, Renan!
RENAN - Aécio está com medo. [me procurou] 'Renan, queria que você visse para mim esse negócio do Delcídio, se tem mais alguma coisa.'
MACHADO - Renan, eu fui do PSDB dez anos, Renan. Não sobra ninguém, Renan.


Trecho da conversa entre Jucá e Machado
MACHADO: ''A situação é grave. Porque, Romero, eles querem pegar todos os políticos. É que aquele documento que foi dado...''
JUCÁ:
"Acabar com a classe política para ressurgir, construir uma nova casta, pura, que não tem a ver com...''
MACHADO: "Isso, e pegar todo mundo. E o PSDB, não sei se caiu a ficha já''.
JUCÁ: "Caiu. Todos eles. Aloysio [Nunes, senador], [o hoje ministro José] Serra, Aécio [Neves, senador]''.
MACHADO: "Caiu a ficha. Tasso [Jereissati] também caiu?''
JUCÁ: "Também. Todo mundo na bandeja para ser comido"
MACHADO: "O primeiro a ser comido vai ser o Aécio''.

Com tanto tucano envolvido no esquema de corrupção (só entre os graúdos foram citados aí Tasso, Serra, Aloysio e Aécio, fora Alckmin, também citado mas não nesses diálogos), como é que fica a tese da turma de Curitiba de que tudo foi um grande esquema do PT para se perpetuar no poder e Lula era o grande líder?




Apoie a mídia alternativa. Considere assinar o Blog do Mello agora


Todos os cartões são aceitos. Você pode cancelar a assinatura a qualquer momento


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...