segunda-feira, 5 de junho de 2017

Delação de Palocci põe Globo na roda. BNDES teria ajudado a salvar empresa, que estava quebrada



Segundo informa o Correio Braziliense, a delação premiada do ex-ministro Antonio Palocci já conta com 12 anexos, neles incluídos bancos - inclusive um grande do varejo -, montadoras, veículos de mídia e até as Organizações Globo, que foram salvas da bancarrota da Globocabo por uma generosa mãozinha do BNDES no governo Lula.




De acordo com o que o Poder360 apurou, Palocci considera detalhar também em sua delação a relação de proximidade que manteve com vários veículos de mídia durante os períodos em que esteve nos governo de Luiz Inácio Lula da Silva e de Dilma Rousseff.
Durante o 1º mandato de Lula, houve muito contato entre Palocci e o Grupo Globo. O BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social) aumentou sua capitalização na Globocabo de 4% para mais de 20%. Isso ajudou a recuperar a empresa, que depois foi vendida para o mexicano Carlos Slim. [Fonte: 360]


Seja um assinante do Blog do Mello. É rápido e fácil
Apenas R$ 10. Todos os cartões são aceitos. Você pode cancelar a assinatura a qualquer momento


Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Anônimo5.6.17

    E será o mesmo Slim à comprar a globogolpista.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...